Share Button
64656246

Sahana Khatun, cuja doença ainda não foi confirmada, está sendo acompanhada por equipe de médicos | Foto: STR / AFP

Uma menina de 10 anos pode ser a primeira mulher a desenvolver a síndrome do ‘homem-árvores. Sahana Khatun, nascida em Bangladesh, tem protuberâncias parecidas com pequenos arbustos saindo de suas bochechas, orelhas e nariz. Especialistas ainda estão avaliando se ela possui o raro distúrbio, Epidermodisplasia verruciformis. Menos de seis pessoas no mundo têm o distúrbio e, segundo O Globo, nenhuma das documentadas é mulher. “Somos muito pobres. Minha filha perdeu a mãe dela quando tinha apenas seis anos. Eu realmente espero que os médicos retirem as cascas do lindo rosto de minha filha”, lamentou o pai da menina, Mohammad Shahjahan. Um médico que cuida do caso classificou a síndrome como de gravidade mediana e afirmou que ela poderia ter uma recuperação da doença mais rápida do que pacientes em estado mais avançado. O primeiro caso documentado em Bangladesh foi o de Abul Bajandar, que chegou a ter arbustos de 5kg em suas mãos.