IMAGEM_NOTICIA_5 (4)

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O vice-presidente Michel Temer parece ter confirmado até mesmo para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que a saída do PMDB da base aliada do governo é inevitável. Interlocutores ligados ao peemedebista informaram ao G1 que Temer e Lula se encontraram no domingo (27), em São Paulo. Durante o encontro, o vice-presidente teria dito que o desembarque do seu partido é “irreversível” e que o clima de “animosidade” do partido com o Planalto foi agravado com a nomeação do deputado Mauro Lopes para a Secretaria de Aviação Civil. A decisão foi vista como uma afronta pelo partido, que dias antes havia definido que ninguém do PMDB deveria assumir novos cargos no governo. Pessoas próximas a Lula informaram que o petista tinha um novo encontro com Temer marcado para esta segunda (28).