Do Correio24horas
RTEmagicC_1412269500SEC_sau3821.jpg

Ministro esteve em Salvador para reinauguração de ala do Hospital Geral Roberto Santos

O ministro da Saúde Arthur Chioro esteve em Salvador nesta quinta-feira (2) e afirmou que os 33 casos da febre Chikungunya registrados em Feira de Santana já configuram uma epidemia da doença. Chioro pediu apoio à população para combater a doença, afirmando que é responsabilidade também da sociedade evitar novos casos. “É preciso que cada um faça a sua parte”, destacou o ministro. O ministro disse que não há casos graves e não é possível saber se novos casos serão registrados, “porque há presença do Aedes e pessoas circulando”. Em outubro, será feito um levantamento da infestação do Aedes aegypti e do Aedes albopictus para estudar novas medidas de controle dos mosquitos. O ministro esteve na capital baiana para a reinauguração da Enfermaria de Obstetrícia da Maternidade Dulcinéia Moinho do Hospital Geral Roberto Santos.

Casos no Brasil – O último boletim foi divulgado pelo Ministério da Saúde na quarta-feira (01). Foram constatados no Brasil 79 casos da febre Chikungunya – 38 destes de pessoas que viajaram para países com transmissão da doença e outros 41 em pessoas que não têm registros de viagens internacionais para países com casos. Estes casos são os chamados autótctones e 33 deles foram registrados em Feira de Santana. Os outros 8 foram no Oiapoque, no Amapá.