Share Button
Brasília - Presidente do TSE, Gilmar Mendes, faz balanço dos trabalhos do tribunal e apresenta dados sobre prestações de contas de campanhas referentes às eleições municipais deste ano (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), emitiu uma liminar autorizando que três prefeitos eleitos considerados inelegíveis tomem posse no dia 1º de janeiro. De acordo com o G1, a liminar permite que Sebastião de Barros Quintão (PMDB), Luiz Menezes de Lima (PSD) e Geraldo Hilário Torres (PP) assumam as prefeituras de Ipatinga (MG), Tianguá (CE) e Timóteo (MG), respectivamente. O ministro tomou as decisões na semana passada, mas a informação só foi divulgada nesta quinta-feira (29). Os três candidatos eleitos tiveram suas posses barradas porque o TSE entendeu que eles estavam inelegíveis por oito anos, conforme previsto na Lei da Ficha Limpa. Mas a condenação na Justiça ocorreu pelo prazo de três anos iniciados em 2008.