Share Button
cunha-iml

Justiça Federal do Paraná autoriza transferência de Eduardo Cunha para presídio | Foto: Giuliano Gomes/PR Press

A Justiça Federal do Paraná (JF-PR) determinou, nesta sexta-feira (16), que o deputado cassadoEduardo Cunha (PMDB-RJ) seja transferido da sede da Polícia Federal (PF) de Curitiba, onde está preso desde outubro, para o Complexo Médico Penal, em Pinhais, na região metropolitana da capital paranaense. De acordo com o G1, a solicitação foi feita pela PF na segunda-feira (12) e justificada pela lotação da carceragem. A defesa de Cunha pediu a permanência do deputado cassado na sede da PF, entre os argumentos, eles alegaram que a ação penal em que Cunha é reu está em “pleno desenvolvimento”, com depoimento marcado para 7 de fevereiro, e a mudança atrapalharia a rotina de reuniões entre cliente e defensores na PF. No despacho, Moro argumenta que o espaço da carceragem da PF é limitado e destina-se a local de passagem, com algumas exceções. Moro determinou que a transferência não pode ser feita em data que prejudique o direito de visita.