G1
guarda

Guarda foi arrastado em avenida |Foto: Jurandir Felix/Arquivo Pessoal

Um guarda municipal foi arrastado por um carro na contramão, por cerca de 100 metros, em uma avenida de Mongaguá, no litoral de São Paulo. Após o episódio, o agente ficou com ferimentos no rosto e nos braços e precisou ser encaminhado ao hospital. No último sábado (10), a Guarda Municipal atuava em uma força-tarefa, em conjunto com a Polícia Militar e agentes de trânsito, no cruzamento das avenidas Governador Mario Covas Junior e Dom Pedro I, no bairro Plataforma Mongaguá. Segundo a GM, um veículo preto parou no meio da avenida principal, bloqueando o trânsito. Os guardas municipais viram que os passageiros tentavam conversar com garotas que passavam pela rua e o carro estava impedindo o trânsito. Por isso, os guardas pediram para o motorista sair do local e anotaram a placa do veículo. O condutor questionou a atitude do guarda, mas resolveu seguir em frente. Alguns minutos depois, o mesmo carro preto voltou. “Ele parou o carro próximo à viatura e perguntou o motivo da multa. Eles acharam que eu havia multado. Os guardas mandaram ele encostar e descer do carro. Eu encostei perto da janela do motorista e comecei a gesticular com a mão direita. Ele puxou a minha mão para dentro do carro e mandou o passageiro me segurar. Ele saiu acelerando”, conta o guarda municipal Jurandir Felix, de 45 anos. Após o episódio, o grupo fugiu. Como a placa do veículo foi anotada, a Guarda Municipal já tem alguns suspeitos de terem cometido o crime. A princípio, cinco pessoas estariam dentro do carro. Por enquanto, ninguém foi preso.