G1 BA
75115-3

Ela foi achada dentro de uma propriedade rural, sem marcas de violência | Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

Uma mulher de 38 anos foi encontrada morta dentro de uma propriedade na zona rural de São Gonçalo dos Campos, região de Feira de Santana, nesta sexta-feira (6). Ela tinha desaparecido há oito dias desde que saiu de casa para receber o benefício da mãe idosa, diz a delegada que investiga o caso, Cristiane Oliveira. A polícia constatou que o dinheiro da mãe não foi retirado da conta e os documentos da vítima estavam intactos. “Ela morava em uma casa com duas irmãs e a mãe. Na localidade, todos se conhecem. Os familiares nos informaram que ela raramente saía de casa, era uma mulher pacata e ia em São Gonçalo apenas para receber o benefício da mãe. Quando saiu, uma pessoa disse para a irmã dela que tinha visto a parada no ponto de ônibus da BR-101 para ir em São Gonçalo, por volta das 8h”, relata a delegada. Segundo Oliveira, a vítima atuou como professora há cerca de oito anos, mas atualmente não trabalhava. Ela não era casada, não tinha filhos, nem nunca teve um namorado. O corpo da mulher foi encontrado apenas com um pequeno corte e outra lesão na parte do pescoço. “Nós não temos como precisar as causas da morte, ela aparentemente não tinha inimigos, não namorava, tinha um pequeno corte que pode ter sido causado pelo matagal e outro na parte do pescoço, mas não sabemos as causas. O rosto já estava entrando na fase de esqueleto. O seio estava à mostra, mas, quando o corpo cria gigantismo, as roupas rasgam. Então, só com a cena da situação não temos como confirmar se houve abuso sexual ou qualquer coisa do tipo”, diz. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana e o resultado da perícia inicial ainda não foi enviado à delegada do caso.