Share Button
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O senador Otto Alencar (PSD) disse que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu crime de responsabilidade ao incentivar protesto contra o Congresso Nacional e em defesa dos militares e do seu governo. “O presidente afronta contra o artigo 85 da Constituição [crime de responsabilidade], quando ele faz esse chamamento para que a população vá às ruas fazer um contraponto contra o Congresso. Isso está muito claro na Constituição. Eu nunca deixei de ter convicção de que o presidente tem esse espírito ditatorial, de buscar sempre uma reação contra a legislação”, afirmou o baiano, em entrevista ao jornal O Globo. No entendimento do senador, “os presidentes da Câmara e do Senado [Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, respectivamente] têm de tomar decisão urgente que garanta democracia e liberdade que o Brasil precisa ter nesse momento para garantir o funcionamento das instituições”. Para ele, a primeira medida é a convocação do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, que, antes do carnaval, acusou os congressistas de “chantagearem” o governo e pediu que a população fosse às ruas defender Bolsonaro. “Ele tem de nominar os parlamentares que estão fazendo chantagem. Essa generalização [de Heleno e Bolsonaro] contra o Congresso fragiliza a democracia. O Congresso foi eleito. É a representação da população”, declarou Otto.