dilma-rousseff

No ano da primeira eleição de Dilma Rousseff 73% das pessoas afirmaram que estavam otimistas | Foto: Divulgação

Desde o início da década de 90 o brasileiro nunca esteve tão sem confiança no país. É o que diz uma pesquisa do Ibope em que 48% das pessoas entrevistadas disseram que estão pessimistas ou muito pessimistas quanto ao futuro do Brasil. Por outro lado, apenas 21% afirmaram que estão otimistas ou muito otimistas. Os demais entrevistados não souberam responder. De acordo com o Estadão, o número de pessimistas só foi tão grande logo antes do Plano Real, em setembro de 1993, quando o índice também chegou a 48%. Durante o governo de Fernando Henrique Cardoso ele foi de 42%. A queda do otimismo no Brasil é recente, já que no ano da primeira eleição de Dilma Rousseff 73% das pessoas afirmaram que estavam otimistas. Ainda segundo o Estadão, o pessimismo atual predomina em todos os segmentos sociais. No entanto, ele é mais intenso na região Sudeste, onde 16% se dizem muito pessimistas, enquanto a média nacional é de 12%.