Share Button

Por G1 PE

Foto: PF/Divulgação

Foto: PF/Divulgação

A Polícia Federal desencadeou, nesta terça-feira (23), a Operação Estatueta em quatro estados para desarticular um grupo suspeito de tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Entre os chefes da quadrilha, segundo os investigadores, está um ex-policial federal e um alemão que mora no Recife. Foram emitidos pela 13ª Vara da Justiça Federal dez mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão em Pernambuco, São Paulo, Acre e Ceará. Durante a ação, policiais encontraram dinheiro escondido dentro de uma geladeira e de um freezer. O valor total apreendido não foi informado. A investigação começou em 2018 e descobriu que os criminosos realizavam tráfico de cocaína na fronteira entre o Brasil e a Bolívia. Eles enviavam a droga fracionada em estatuetas semelhantes à de Buda para a Alemanha. O grupo “lavava” o dinheiro do tráfico comprando imóveis na Região Metropolitana do Recife – levando em conta apenas os valores declarados no registro dos imóveis, os bens apreendidos ultrapassam a quantia de R$5 milhões, apontou a Polícia Federal.