WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio



Max Santa Luzia


Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

Gil Lingerie e Confecções


PM diz que foi agredido por guardas municipais com taser durante blitz em Salvador

IMG-20150214-WA0008

PMs confirmam agressão; guarda diz que foi legítima defesa | Foto: Reprodução/WhatsApp

Um policial militar lotado na 17° Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Uruguai) solicitou apoio da guarnição que pertence, alegando ter sido agredido por guardas municipais na madrugada deste sábado (14), na Avenida Antônio Carlos Magalhães, sentido Paralela, em Salvador. De acordo com a Centel, após o pedido do PM, soldados da 17° CIPM foram ao Hospital Geral do Estado (HGE), para onde o homem foi levado para averiguar a situação. Um dos soldados da guarnição confirmou a agressão e disse que o homem estava com lesões corporais. Em resposta, a guarda informou por meio da assessoria, que durante uma blitz da Lei Seca o carro do PM foi abordado e ele quis agredir os guardas. Com isso, um dos guardas disparou a arma taser, de condutividade elétrica, o que paralisou o PM. O policial foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE), para eliminar os efeitos da arma. Contudo, a guarda nega a agressão e diz que a ação foi em reação a atitude do PM. A guarda disse ainda que chamou uma guarnição da Polícia Militar para acompanhar a situação e encaminhar o PM para o HGE. O G1 informou que entrou em contato com a PM sobre o caso, mas ainda não obteve resposta.

3 respostas para “PM diz que foi agredido por guardas municipais com taser durante blitz em Salvador”

  • Policia disse:

    O fato foi registrado na central de flagrantes do Iguatemi pelo crime de tortura cometido pelos Guardas.

  • Policia disse:

    E no mais, se houve desacato ou desobediência ou ate agressão do PM contra os GMs, porque foi lavrado obcrime de tortura????

  • Policia disse:

    Os dardos da taser q ficaram presos na pele do PM abordado pelo Guarda Municipal
    Pessoal boa noite. Acabei de falar com Augusto,ele acabou de sair do HGE todo quebrado.
    A situação foi seguinte : Ao passar pela blitz q só tinha GMs, ele e sua mulher estavam realmente sem capacete pq os mesmos tinham sido roubados no circuito.
    Porém ao ser abordado de imediato foi se identificado e um dos GMs disse “porra nenhuma desça” e ele retrucou dizendo “velho sou papa Maike e minha esposa vai descer primeiro”.
    E mais uma vez o GM gritou porra nenhuma e de repente um outro GM Veio e disparou um jato de gás de pimenta no seu rosto.
    E foi ai q tudo começou pq ele levantou da moto e foi pra cima do GM q tava com o gás , então um outro veio e disparou a teser nele., como ele não caiu foi uma chuvarada de teser ,um total de 6disparos.
    Algemaram o irmão e dentro da vtr da Guarda ,o conduziram até o HGE e enquanto o conduziam continuaram com a tortura mesmo ele continuamente dizendo ser policial. Um dos q o torturava dizia” porra nenhuma se vcs são homens agente tbm é,” E tome-lhe choque no joelho e tonfada no rins, até chegar no HGE.
    Ao chegar no HGE tinha uma Gu de Mikes e foi ai q começou o socorro os caras tomaram ele das mãos dos GMs.e foi um verdadeiro pega e segura…de repente tinha gu da RONDESP, 17, …Deu CEVAP,Direitos Humanos e as porra …Prisco ligou pra ele
    E no resumo os GMs foram autuados em flagrante por crime de tortura.

Deixe seu comentário



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia