dgsdgsdg

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A Polícia Federal apreendeu na antiga residência do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha um dossiê que mostra supostas 106 contas bancárias da construtora Schahin no Brasil e no exterior. De acordo com a coluna Expresso, da revista Época, o documento aponta que a construtora acumulava R$ 350 milhões de saldo. Os investigadores suspeitam que Cunha tenha se utilizado de uma agência de investigação contratada pela Câmara para quebrar o sigilo bancário da construtora. Ainda segundo a publicação, a construtora trocava farpas com Cunha. Procurada, a Schahin preferiu não se manifestar.