Share Button
Foto: Divulgação/Iapen-AC

Foto: Divulgação/Iapen-AC

Durante revista dentro do Complexo Prisional Francisco d’Oliveira Conde (FOC), em Rio Branco, nesta terça-feira (3), policiais penais encontraram grande quantidade de comida armazenada dentro das celas. A surpresa foi maior para os policiais, porque os detentos da unidade tinham anunciado, na segunda (2), uma greve de fome após a suspensão das visitas. Além de garrafas pet com farofa, o Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen-AC) informou que foram encontrados outros alimentos como pão, iogurte, bolacha, refrigerante, torrada, doce de leite e suco estocados pelos detentos. “Entramos nas celas dos pavilhões O e P, que estariam em greve de fome, e encontramos bastante comida estocada, inclusive farofa em garrafas pet que estavam enterradas. Então, a gente acredita que eles estão mais dissimulando. Parte da comida que foi encontrada está comprometida e foi descartada e parte nós fizemos doação”, afirmou ao  G1 o diretor-presidente do Iapen, Lucas Gomes. A comida recusada pelos detentos foi doada para o Educandário Santa Margarida, Lar dos Vicentinos e também para as famílias de venezuelanos indígenas que estão morando em um prédio abandonado em Rio Branco.