Share Button
to pelas Diretas Já no Largo da Batata. Foto: Paulo Pinto/AGPT

Ato pelas Diretas Já em São Paulo | Foto: Paulo Pinto/AGPT

Artistas de diversas áreas se reuniram neste domingo (4) no Largo da Batata, zona oeste de São Paulo, em ato que pede a saída do presidente Michel Temer (PMDB) e a convocação de eleições diretas para substituí-lo. Passaram pelo palco os cantores Mano Brown, Criolo, Rael, Chico César, Edgar Scandurra, Emicida, Otto, Paulo Miclos, Péricles, Pitty, Simoninha e Tulipa Ruiz. Segundo o Uol, a Polícia Militar não divulgou uma estimativa de quantos participantes estiveram presentes, já a organização fala em 100 mil pessoas. O rapper Mano Brown fechou o ato e não deixou o palco sem discursar contra Temer. “O comandante é o mais corrupto. Foi pego com a mão na cumbuca. Já era. Eu não tenho culpa, malandro. Eleições diretas é o justo”, disse. Ele fez também uma crítica indireta aos partidos, dizendo que “todo mundo teve a sua chance” e se foi pego roubando “já era”. “Vejo que a juventude quer escolher [o presidente]. Ela não quer vermelho, azul, amarelo. Ela quer Justiça. Diretas Já imediatamente, para ontem”, afirmou.