1

Agroindústria comunitária da Associação dos Moradores e Pequenos Agricultores de Ferreiros

Projetos na área de saúde, cultura, esporte, educação, lazer, emprego e renda que tragam benefícios à comunidade de Santa Luz podem ser implementados a partir do próximo ano. Este é o objetivo do Seminário de Parcerias, programa de responsabilidade social do Instituto Yamana de Desenvolvimento Socioambiental, realizado por meio do empreendimento C1 Santa Luz. A ação contribui com 85% das iniciativas a partir da aquisição de materiais e equipamentos necessários. 

Os interessados devem comparecer à reunião preparatória que ocorrerá em 12 de novembro no auditório do Colégio CENOS, localizado na avenida Getúlio Vargas, sem número, às 19h30. Durante o encontro, os participantes poderão esclarecer dúvidas para as inscrições. Podem participar do programa instituições filantrópicas e de assistência social, ONGs, associações de moradores e de classes e cooperativas de agentes econômicos, contanto que sejam legalmente constituídas.

“Estamos ansiosos para mais uma edição de um dos principais programas do Instituto, que leva desenvolvimento para as comunidades do entorno da companhia”, diz Cristina Carvalho, analista de Comunidades do C1 Santa Luz. “É uma excelente oportunidade de colaborar com o crescimento do município. Entidades com boas ideias que possam gerar frutos para os habitantes, não podem deixar de participar”, enfatiza.

Desde 2007, o programa já apoiou 337 projetos na Argentina, Brasil e Chile, beneficiando milhares de pessoas. Em Santa Luz, nove iniciativas foram beneficiadas pela ação em 2012, totalizando um investimento de aproximadamente R$ 100 mil. Uma delas foi a agroindústria comunitária da Associação dos Moradores e Pequenos Agricultores de Ferreiros. Composta por 19 mulheres, a “mini fábrica” produz sequilhos, bolo de leite, beiju, entre outros alimentos, para escolas da região. “Com a ampliação, começamos a produzir pão e aumentamos a produção geral em 50%, gerando uma renda mensal entre R$ 250 e R$ 300 para cada integrante”, conta Leane de Souza Cunha dos Reis, presidente da associação.

Ascom Yamana Gold