DSC_1257

Foto: Notícias de Santaluz

Como parte do calendário de ações da campanha ‘Faça Bonito’, a Prefeitura de Santaluz, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), em parceria com o Conselho Tutelar, promoveu, na manhã desta sexta-feira, 18 de maio, data instituída como Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, uma ação educativa no centro da cidade. Houve a distribuição, para pedestres e motoristas, de panfletos, adesivos e cartilhas, com informações sobre proteção de crianças e adolescentes.

DSC_1259

Foto: Notícias de Santaluz

De acordo com a coordenadora do Creas, Ana Carolina Pita, o objetivo é conscientizar as pessoas do quanto é importante fazer a sua parte denunciando possíveis casos de violência sexual. “Nossa proposta é educar as pessoas, para que todos possam assumir a responsabilidade de prevenir e enfrentar a violência sexual praticada contra crianças e adolescentes. Conscientizando a comunidade vamos reduzir bastante o número de vítimas de violência contra a criança”, disse.

DSC_1267

Ação foi promovida em parceria com o Conselho Tutelar | Foto: Notícias de Santaluz

A campanha
A data foi instituída pela Lei Federal 9.970/00 com base no “Crime Araceli”, ocorrido em 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Na ocasião, a menina Araceli Cabrera Crespo, de 8 anos, foi raptada, drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média da cidade. Nesta quarta-feira (18), o desaparecimento da menina completa 43 anos, mas ninguém foi punido pelo crime. Após a prisão, julgamento e absolvição dos acusados, o processo foi arquivado pela Justiça. Desde 2000, as ações que marcam este dia visam mobilizar os diferentes setores da sociedade, governos e mídia sobre a urgência da proteção dos direitos de meninas e de meninos.

Redação Notícias de Santaluz