Share Button
Foto: Reprodução/Pixabay

Foto: Reprodução/Pixabay

O Senado aprovou, nesta terça-feira (12), um projeto que endurece regras para a comercialização de cigarros. O texto segue para votação na Câmara dos Deputados. O projeto, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), ex-ministro da Saúde, proíbe a importação e comercialização de todo produto derivado do tabaco que contenha qualquer substância que possa modificar ou realçar sabor e aroma de produtos fumígenos. De acordo com O Globo, a proposta veda também a exposição dos produtos derivados do tabaco nos pontos de venda e cria um padrão para as embalagens, que limita o espaço que pode ser dado para a marca do cigarro. O texto ainda configura como infração de trânsito o ato de fumar em veículos quando houver passageiros menores de 18 anos. “Nos anos 1980 e 1990, o país tinha mais de 30% de fumantes e hoje, nós somos menos de 10%. Mas existe uma campanha, uma política ferrenha da indústria do tabagismo, que tenta assediar de forma insistente, com vários artifícios, a juventude do nosso país, e a gente tem que estar o tempo todo em alerta”, disse a relatora do projeto, senadora Leila Barros (PSB-DF).