RTEmagicC_d5d8cdbee7.jpg

Bairro em Feira de Santana foi o mais afetado pela doença | Foto: Mauro Akin Nassor/Arquivo Correio

A Secretaria estadual da Saúde (Sesab) vai começar a usar este ano um teste rápido para a detecção de chikungunya e de dengue, segundo afirmou, na quinta-feira (5), o subsecretário da Sesab e idealizador do  teste na rede pública, o infectologista Roberto Badaró, segundo informou o Correio. O exame será realizado por meio de um aparelho celular smartphone que está sendo desenvolvido pela secretaria e por uma empresa privada. O diagnóstico será processado através de um sistema de leitura acoplado ao aparelho. Segundo Badaró, uma gota de sangue é o suficiente para realizar o teste e o resultado será conhecido na mesma hora. Hoje, o resultado do exame para chikungunya é emitido em até 60 dias, pois o teste é feito em laboratórios em outros estados. Já o resultado do exame de laboratório para detectar o vírus da dengue normalmente é emitido em 48 horas.