assalto_3

Sacolas com dinheiro, fuzil e munições foram apreendidos pela polícia | Foto: Divulgação/Polícia Militar

Um homem suspeito de integrar a quadrilha que explodiu agências bancárias da cidade de Santa Rita de Cássia, na região oeste da Bahia, foi preso e o dinheiro do assalto recuperado pela polícia nesta quinta-feira (3). Dois comparsas também ficaram feridos, mas conseguiram fugir. A informação foi divulgada pela Políca Militar. O crime ocorreu na madrugada de quarta-feira (2). No mesmo dia, bancos das cidades de Correntina e Inhambupe também foram alvos de criminosos. De acordo com a PM, o suspeito do crime em Santa Rita de Cássia foi localizado após uma equipe da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE Cerrado) descobrir o local do acampamento do grupo. Segundo o G1, quando os policiais chegaram, houve troca de tiros, os suspeitos conseguiram fugir para a serra e deixaram para trás o veículo usado na ação, o dinheiro roubado e alguns explosivos. A quantia recuperada não foi informada pela polícia. A PM informa que houve perseguição e, em seguida, um novo confronto. Um dos suspeitos foi ferido e socorrido para o hospital na cidade de Corrente no Piaui, onde segue custodiado. Outros dois também foram feridos, mas conseguiram escapar e estão sendo procurados. Com o suspeito preso, a PM diz ter apreendido um fuzil calibre 7,62 com munição. O material foi apresentado na 11ª Cordenadoria de Polícia do Interior (Corpin). A polícia informou, ainda, que diligências continuam, pois os outros indivíduos permanecem escondidos na Serra da divisa e um cerco no local foi montado. Outras duas guarnições da CIPE Cerrado foram enviadas para revezar o monitoramento no local.