Share Button

Por France Presse

Kim Jong-un e Donald Trump sorriem ao se cumprimentar durante reunião em Singapura — Foto: Kevin Lim/The Straits Times via AP

Kim Jong-un e Donald Trump sorriem ao se cumprimentar durante reunião em Singapura | Foto: Kevin Lim/The Straits Times via AP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que ele e o dirigente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, se “apaixonaram” e que a relação é estimulada pelas “cartas bonitas” que recebe o líder asiático. Trump elevou no sábado os elogios recentes a Kim a patamares inesperados, durante um comício na Virgínia Ocidental em apoio aos candidatos locais do Partido Republicano. “E então nos apaixonamos, OK? Ele me escreveu cartas bonitas e elas são ótimas cartas. Nós nos apaixonamos”, disse Trump à multidão. O presidente americano chamou de “fantástico” na segunda-feira, durante a assembleia-geral das Nações Unidas, o homem forte da Coreia do Norte, acusado pela ONU e vários países de abusos generalizados contra os direitos humanos. No ano passado, na mesma plataforma, Trump havia feito duras críticas a Kim. Trump prosseguiu seu discurso com a informação de que na quarta-feira recebeu uma “carta extraordinária” de Kim e se mostrou otimista sobre um eventual segundo encontro de cúpula entre os dois líderes “bastante rápido”.