Share Button

Por G1 Rio e TV Globo

Policiais cercam ônibus na Ponte Rio-Niterói | Foto: Reprodução/TV Globo

Policiais cercam ônibus na Ponte Rio-Niterói | Foto: Reprodução/TV Globo

Um homem fez 37 reféns dentro de um ônibus por três horas e meia – a maior parte na Ponte Rio-Niterói – nesta terça-feira (20). Às 9h04, ele foi baleado por um atirador de elite ao descer do coletivo. Às 9h18, a PM afirmou que o sequestrador estava morto e que todos os reféns passavam bem. A arma que ele portava era de brinquedo. O homem anunciou o sequestro às 5h25 e ameaçou colocar fogo no veículo. Meia hora depois, já na Ponte, ele ordenou ao condutor para atravessar o veículo na pista sentido Rio. Seis pessoas foram libertadas ao longo das negociações. “Nossa principal missão é tirar os reféns de dentro do veículo e retomar as nossas vidas”, destacou o porta-voz da PM, coronel Mauro Fliess. O oficial afirmou também que a PM analisa a hipótese de o sequestro do veículo ter sido premeditado. Segundo informações dos policiais militares que estavam no local, o homem parecia desorientado.

Sequestrador foi baleado por um atirador de elite ao descer do coletivo | Foto: Reprodução/ TV Globo

Sequestrador foi baleado por um atirador de elite ao descer do coletivo | Foto: Reprodução/ TV Globo