Share Button
Foto: Freepik

Foto: Freepik

A farmacêutica americana Pfizer anunciou, nesta sexta-feira (16), que planeja solicitar uma autorização de emergência para sua vacina contra a covid-19 no final de novembro. De acordo com a agência de notícias Dow Jones, a medida vai depender de resultados positivos nos testes de fase 3 do imunizante, que estão analisando eficácia e segurança. A previsão da empresa, que produz a vacina em parceria com a BioNTech, é de que os resultados para comprovação de eficácia estejam prontos até o final de outubro. Na sequência, serão feitos os testes de segurança, que devem ser finalizados na terceira semana de novembro. Caso tudo dê certo, a Pfizer solicitará à agência reguladora dos Estados Unidos (FDA) o uso emergencial da vacina no país. A farmacêutica fará ainda outra análise de dados para a fabricação em larga escala.