WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana


:: ‘Destaque1’

Três suspeitos de tráfico são presos com farta quantidade de drogas na Bahia; um deles estuda medicina na Bolívia

Share Button

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Três suspeitos de tráfico de drogas foram presos durante uma operação policial deflagrada na quinta-feira (16), em Senhor do Bonfim, região norte da Bahia. Segundo a Polícia Civil, um deles é estudante de medicina na Bolívia e os outros trabalhavam com instalação de câmeras de monitoramento na cidade. Com o trio, conforme a polícia, foi apreendida farta quantidade de drogas como maconha e cocaína, embaladas para venda, além de comprimidos de ecstasy, balanças, máquina de cartão de débito e crédito, celulares e grande volume de embalagens plásticas. “Os três residiam em frente a uma escola particular de classe média alta, onde possivelmente faziam a distribuição das drogas”, relatou o delegado Leonardo Virgílio, titular da 1ª Delegacia Territorial de Senhor do Bonfim, para onde o o trio foi levado e autuado em flagrante, permanecendo à disposição da Justiça.

Notícias de Santaluz

Mais de 1,5 milhão de eleitores estão com o título cancelado na Bahia, diz TRE

Share Button

Foto: Divulgação

A Bahia possui 1.576.023 eleitores com títulos cancelados, segundo informações divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) na quinta-feira (16). Para o cidadão que pretende votar nas eleições de 2022, o prazo para regularização é 4 de maio do ano que vem, data em que cadastro eleitoral será fechado.

Conforme a legislação eleitoral, o cancelamento do título ocorre quando o cidadão para quem o voto é obrigatório (18 a 70 anos) deixar de votar por três eleições consecutivas [vale lembrar que cada turno de votação é considerado uma eleição] e não justificar as ausências.

O eleitor que não comparecer à revisão do eleitorado (por exemplo, a revisão biométrica) no município onde possui inscrição eleitoral também fica sujeito ao cancelamento do documento.

Por conta da pandemia de Covid-19, o atendimento no TRE-BA está sendo realizado, preferencialmente, de forma online. Os títulos cancelados podem ser regularizados pela plataforma Título Net. O eleitor deve gerar uma Guia de Recolhimento (GRU) no site do TRE-BA ou do Tribunal Superior Eleitoral e pagar o valor devido no Banco do Brasil ou pelo PagTesouro, na internet, sem precisar ir ao banco.

Aqueles que não tiverem acesso à internet podem buscar o atendimento presencial, feito apenas com agendamento. O serviço pode ser marcado pelos seguintes meios: site do TRE-BA; telefone fixo (71 3373-7000) ou pela atendente virtual Maia, que faz parte do NAVE – Núcleo de Atendimento Virtual ao Eleitor.

Notícias de Santaluz

Datafolha: reprovação ao governo Bolsonaro atinge 53%, pior índice do mandato; aprovação é de 22%

Share Button

Foto: Marcos Corrêa/PR

Levantamento do Instituto Datafolha divulgado nesta quinta-feira (16) pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” informa que a reprovação ao governo Bolsonaro oscilou 2 pontos percentuais em relação ao levantamento feito em julho. Veja os resultados da pesquisa: Ótimo/bom: 22% (eram 24% no levantamento anterior); Regular: 24% (eram 24%)
Ruim/péssimo: 53% (eram 51%); Não sabe: 1% (era 1%). A pesquisa ouviu 3.667 pessoas com mais de 16 anos dos dias 13 a 15 de setembro em 190 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. Esse é o primeiro levantamento da popularidade do presidente feito depois dos atos com pauta antidemocrática de 7 de setembro. O recorde de rejeição acontece em meio à alta da inflação, com gasolina, gás e alimentos mais caros. O desemprego também permanece em patamar elevado, atingindo 14,4 milhões de pessoas.

Risco de tsunami na costa brasileira após alerta de erupção de vulcão é remoto, dizem especialistas

Share Button

Por G1 PB

Foto: RPC

Um alerta amarelo de risco de erupção do vulcão Cumbre Vieja emitido nesta quinta-feira (16) reacendeu a discussão de possibilidade de formação de tsunamis que poderiam atingir a costa brasileira. No entanto, especialistas em geociências e sismologia ouvidos pelo G1 afirmam que a chance do desastre acontecer é remota.

Localizado na ilha de La Palma, nas Ilhas Canárias, próximo à costa do continente africano, o vulcão, que estava adormecido há décadas, deu sinais de atividades sísmicas.

O alerta emitido pelo governo espanhol indica que não há certeza de abalos, mas que o cuidado se estende para os próximos dias ou semanas.

O Instituto Geográfico Nacional da Espanha detectou 4.222 tremores no parque nacional Cumbre Vieja, em volta do vulcão. Nos últimos dias, além de aumentar o volume de movimentos sísmicos, a intensidade aumentou com abalos que tiveram magnitude superior a 3.

Segundo o pesquisador Saulo Vital, professor do Departamento de Geociências da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Coordenador do Núcleo de Estudos e Ações em Urgências e Desastres (NEUD), não existem estudos aprofundados com simulações numéricas sobre os impactos para a costa brasileira, então seria difícil especificar com clareza quais estados seriam afetados por um possível tsunami.

Porém, devido ao formato da costa brasileira, a proximidade do Nordeste com as Antilhas torna a região mais vulnerável, principalmente o litoral setentrional, formado por Ceará, Rio Grande do Norte e nordeste do Maranhão.

Alerta não é preocupação para o Brasil

O professor e pesquisador Saulo Vital explica que existem quatro níveis de alerta, o amarelo é o segundo nível, que trata-se, na verdade, de um estado de observação por causa dos pequenos sismos dos últimos dias. O pesquisador afirma que o alerta é importante, mas não é dos mais graves.

Segundo ele, o que poderia causar uma tsunami seria uma erupção explosiva, ou seja, o desmoronamento de parte do vulcão. Isso porque, de acordo com ele, os sismos que costumam ocorrer na área do Cumbre Vieja são moderados, e o que pode gerar tsunamis são abalos sísmicos de alta intensidade.

Caso haja uma erupção capaz de desestabilizar a estrutura rochosa do vulcão, causando um desmoronamento, essa queda iria gerar um movimento de massas d’água. Esse movimento criaria altas ondas, que atingiriam toda a costa do Atlântico.

O coordenador do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Aderson Nascimento, explica que nenhum alerta foi feito ao órgão.

“Essa chance é muito pequena de acontecer. A gente como órgão de sismologia, ninguém soube de nenhum alerta que foi emitido pelo serviço geológico espanhol ou algum órgão oficial dizendo que isso está acontecendo”.

Ele compartilha a opinião do pesquisador paraibano e afirma que não há motivos para preocupação com um desastre tão grande no Brasil.

“A gente não tem essa preocupação no Brasil, porque esse evento é muito pouco provável”, diz. “Agora, eu não estou dizendo que a chance é zero de acontecer, eu estou dizendo que é muito baixa”.

Falta de plano de contingência é preocupação

Apesar dos alertas não demonstrarem riscos iminentes, a ausência de plano de contingência preocupa os especialistas em desastres. A preparação para lidar com fenômenos naturais que resultam em grandes estragos é uma das agendas desses pesquisadores, que reafirmam as problemáticas do Brasil nesse sentido.

Para o pesquisador Saulo Vital, acreditar que as chances são baixas é importante para não gerar alarde, mas assumir que, quando se trata de natureza, o imprevisível é possível deve ser um motivo para que o poder público se atente a preparar as cidades e proteger a população.

“Não há, por exemplo, um plano de contingência para fenômenos assim em João Pessoa, assim como várias outras cidades, é necessário que haja essa preparação para reduzir os danos”, explica.

Pesquisa levantou a possibilidade de tsunami
A pesquisa mais conhecida sobre o fenômeno foi publicada pelo pesquisador Mauro Gustavo Reese Filho, da Universidade Federal do Paraná.

O trabalho observou que o Oceano Atlântico não é famoso pela sua capacidade de gerar tsunamis, mas que o vulcão ativo Cumbre Vieja poderia ser o agente responsável por um evento desta natureza na região.

Segundo o pesquisador, “uma próxima erupção poderia desestabilizar a encosta da ilha e gerar um tsunami que percorreria distâncias transatlânticas, que atingiria praticamente todos os países banhados pelo Oceano Atlântico”, atesta no estudo.

Apesar do risco, pesquisas publicadas no exterior indicam que casos como esse são raros e nunca foram registrados na história. A distância entre João Pessoa e a Ilha de Palmas é de 6.309,41 quilômetros.

Tsunami na costa do Brasil em 1755

Uma pesquisa da Universidade Estadual do Rio de Janeiro encontrou evidências da chegada de um tsunami em praias da costa brasileira em 1755, como resultado de um terremoto que atingiu Lisboa. A onda gigante atravessou o Atlântico e causou estragos na costa brasileira. O estudo foi liderado pelo professor Francisco Dourado, do Centro de Pesquisas e Estudos sobre Desastres.

Ao todo, foram 270 quilômetros de trabalho de campo em 22 praias entre Rio Grande do Norte e o sul de Pernambuco, com quatro pontos de coleta de amostras. Mas a onda gigante atingiu toda a costa nordestina, com relatos de ter chegado também ao Rio de Janeiro, no sudeste do País.

“No material coletado, a gente vê elementos químicos que não eram pra ser encontrados ali. Eram pra ser encontrados em regiões com mais profundidade. Ou seja, algo trouxe aqueles elementos até ali. Da mesma forma, há vestígios de microanimais que não deveriam ser encontrados na praia”, afirmou o pesquisador à UERJ na época da pesquisa.

Na região da praia de Lucena, na Paraíba, as ondas variaram entre 1,8 e 1,7 m de altura. Na região de Pitimbu, no mesmo estado, a altura das ondas ficou entre 1,5 e 1,1 m; na região pernambucana de Tamandaré, variou entre 1,9 e 1,8 m. As ondas não chegaram muito altas, mas o volume de água foi grande.

As ondas inundaram até 4 quilômetros distantes da linha de costa, principalmente em locais com influência de rios, nas proximidades da Ilha de Itamaracá (PE). Em Tamandaré a inundação foi de até 800 metros. Já em Lucena foi de aproximadamente 300 metros.

Michelle Bolsonaro sobre Presidência: “É uma renúncia estar aqui”

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Carolina Antunes/PR

A primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, disse que o cargo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é uma “renúncia” para a família. A fala de Michelle foi em entrevista ao canal da bolsonarista Liliane Ventura. O casal está junto há 14 anos.

“É uma renúncia para estar aqui. A gente perde a nossa liberdade. Nós temos filhos pequenos, mas Deus está no controle sempre. Estamos aqui por um propósito, uma missão, e Deus vai nos ajudar a vencer”, argumentou Michelle durante a entrevista. A primeira-dama também afirmou que as esposas dos ministros de Estado passam pela mesma sensação e para afastar a ociosidade, elas se encontram regularmente.

“Essa lacuna não é só dentro da minha casa. É na casa dos ministros. Por isso, a gente tem agora um momento de estar todo mundo junto para conversar, se distrair, chamando as esposas dos ministros também para compor o voluntariado, porque elas ficam em casa ociosas, e a gente sabe o poder que elas têm”, disse.

Michelle Bolsonaro diz que vive uma “guerra constante” e que o presidente é um “milagre”. “Meu marido é um milagre. Naquele momento [da facada], eu acreditei que Deus estava no controle da vida dele. Então, Deus acima de tudo”, finalizou.

Governo do Rio Grande do Norte dá sinal verde para realização de um dos maiores carnavais fora de época do Brasil

Share Button

Carnatal 2017 | Foto: Alexandre Lago via G1

Um dos maiores carnavais fora de época do Brasil, o Carnatal recebeu autorização do Governo do Rio Grande do Norte para acontecer entre os dias 9 e 12 de dezembro deste ano. A realização do evento, no entanto, será condicionada ao cumprimento do protocolo aprovado pelos gestores estaduais e às condições do cenário da pandemia no estado, que precisa estar igual ou melhor que o atual, segundo informações divulgadas pelo portal Tribuna do Norte. Assim, caso ocorra uma nova onda de casos da covid-19 e os hospitais voltem a ficar cheios, a festa será suspensa. O Carnatal ainda terá a exigência de um público com o ciclo vacinal completo, ou seja, as duas doses ou dose única do imunuzante contra a doença causada pelo novo coronavírus.

Bahia recebe mais de 261 mil doses de vacinas contra Covid-19 nesta quinta

Share Button

Foto: Camila Souza/GOVBA/Arquivo

A Bahia recebeu na manhã desta quinta-feira (16), 166.140 doses de vacinas da Pfizer-BioNtech. O avião com a carga de imunizantes pousou no aeroporto de Salvador, às 9h35. A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que uma nova remessa com 95.250 doses da vacina Oxford/AstraZeneca chegará ao estado por volta das 14h15. Ao todo, a Bahia receberá 261.390 doses de vacinas contra a Covid nesta quinta-feira. Com esta nova carga, a Bahia chegará ao total de 18.231.508 doses de vacinas recebidas, sendo 6.793.918 da Sinovac/Coronavac; 6.846.830 da Oxford/AstraZeneca; 4.329.660 da Pfizer e 261.100 da Janssen.

Notícias de Santaluz

Com ajuda de cão farejador, polícia encontra quase 3 toneladas de maconha escondidas em carregamento de feno na Bahia

Share Button

Foto: Divulgação/PRF

Cerca de 2.770 quilos de maconha foram apreendidos na BR-116, trecho de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia, na manhã desta quinta-feira (16). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a droga estava escondida em meio a uma carga de feno que era transportada em um caminhão Mercedes Benz L2213, com placas de Minas Gerais. A PRF detalhou que os entorpecentes foram encontrados com ajuda do cão farejador K9 Kaleu.

Foto: Divulgação/PRF

Conforme a PRF, um homem de 53 anos, que conduzia o veículo, relatou aos policiais que pegou a droga em Ourinhos (SP) e tinha como destino a cidade de Mossoró (RN). Ainda segundo a polícia, ele disse que receberia R$ 6 mil pelo transporte. O motorista, o caminhão e toda a droga apreendida foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde o caso foi registrado.

Notícias de Santaluz

‘Precisamos que o presidente eleito chegue até o fim do mandato de 2022’, diz Pacheco

Share Button

Presidente do Senado durante reunião com Bolsonaro | Foto: Marcos Corrêa/PR/Arquivo

Em mais um gesto de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o segundo em menos de uma semana, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, defendeu nesta quarta-feira (15), que ele “chegue ao fim do seu mandato com a colaboração de todos”. Segundo informação publicada na coluna de Lauro Jardim, no portal O Globo, o senador foi questionado sobre suas pretensões eleitorais para 2022 durante um evento municipalista em Goiânia. “Considero que o Brasil, neste instante, com os problemas que nós temos, não precisa de candidatos a Presidência da República. Nós precisamos é do presidente da República que foi eleito, que chegue até o fim do mandato de 2022 com a colaboração de todos por um interesse comum”, disse. Pacheco completou que ele próprio, anunciado por Gilberto Kassab como seu candidato à Presidência da República, só definirá seu caminho em 2022.

Neto não se opõe, mas pondera aproximação entre Ciro e Mandetta: ‘É uma coisa deles’

Share Button

Fotos: Betto J. / Agência Brasil

O ex-prefeito de Salvador e presidente nacional do Democratas, ACM Neto, vê com cautela a aproximação entre os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT) e Luiz Henrique Mandetta (DEM). De acordo com o jornal O Globo, o ex-ministro da Saúde e o pedetista têm mostrado disposição de montar uma chapa para a disputa pelo Palácio do Planalto nas eleições de 2022.

“Ambos sabem que gozam de simpatia em comum, a começar da minha. Não é uma coisa organizada, deliberada. Mas é vista de forma positiva. Não há contraindicação, mas é uma coisa deles (Mandetta e Ciro)”, disse Neto para o jornal.

Porém para a aliança sair do papel a aliança deve encontrar forte resistência. Uma delas é a fusão entre o DEM e PSL que deve ser consolidada ainda esse mês. A união provocaria mudança no comando do novo partido e uma provável saída de parlamentares bolsonaristas. Além disso, outro entrave pode ser a diferença entre a visão liberal do DEM na economia e as propostas intervencionistas defendidas por Ciro.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, admite que a união é uma operação de “grande complexidade”, mas acredita o acordo pode se concretizar a depender das composições dos palanques regionais e de uma subida de Ciro nas pesquisas até o começo do próximo ano.

“Temos uma relação muito boa com ele (Mandetta). É uma aproximação natural por causa disso. Se o DEM ficar com a gente , ele é o melhor nome”.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia