WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

:: ‘Destaque1’

Vereador de Santaluz elabora projeto de lei que reconhece academia como essencial em período de pandemia

Share Button

Deon se reuniu nesta quarta-feira com representantes de academais e e demais locais que prestam serviços de atividade física | Foto: Reprodução

Um projeto de lei que está sendo elaborado pelo vereador Valdir Deon Pereira Lima, o ‘Deon Motos’ (Avante), propõe que academias e estabelecimentos prestadores de serviços destinados a prática de atividade física sejam reconhecidos como essenciais para a população do município de Santaluz em tempos de crises provocadas por moléstias contagiosas, epidemias e pandemias.

Nesta quarta-feira (3), depois de se reunir com representantes do setor Deon disse que pretende enviar a proposta à Câmara Municipal nos próximos dias.

“Renovamos o nosso compromisso e ouvimos as propostas para agregar valor ao projeto de lei, que vamos protocolar e levar para discussão com os demais vereadores já na próxima sessão”, afirmou o parlamentar.

Deon disse ainda que teve a iniciativa de elaborar o projeto de lei por acreditar no efeito benéfico da prática regular de atividade física como mecanismo para auxiliar a população na prevenção e na reabilitação de doenças como a Covid-19.

“O exercício físico é um grande aliado para fortalecer o sistema imunológico durante a pandemia da Covid-19, além de prevenir contra outras doenças. Nesse sentido, entendemos que as academias e demais locais que prestam serviços de atividade física são essenciais à saúde da população. Além do mais, contam com profissionais capacitados e cumprem com rigor os protocolos de segurança de combate ao coronavírus. Por isso, queremos assegurar que esses espaços não sejam mais prejudicados com a publicação de decreto com medidas restritivas”, ressaltou o vereador, que já foi diagnosticado com Covid.

Notícias de Santaluz

Covid-19: Governo da BA aluga contêineres para armazenar corpos e prefeitura de Salvador amplia nº de vagas em cemitérios

Share Button

Por G1 BA e TV Bahia

Foto: Reprodução

O governo da Bahia alugou contêineres refrigerados para armazenar corpos de pacientes mortos pela Covid-19 em Salvador. Ao todo, são dez equipamentos, que estão distribuídos entre o hospital de campanha da Arena Fonte Nova, Instituto Couto Maia e os hospitais Ernesto Simões e Espanhol.

Por meio de nota, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que o procedimento é comum, e que os contêineres são espaços adaptados para locais adaptados, como por exemplo o hospital de campanha da Arena Fonte Nova.

No caso dos hospitais tradicionais, os equipamentos serão usados caso haja demandas excedentes. Até a quarta-feira (3), a Bahia já havia registrado 12.140 mortes pela Covid-19, o que representa uma letalidade de 1,75% pela doença.

Ampliação de vagas em cemitérios

Foto: Reprodução/TV Bahia

Durante a pandemia, a média de sepultamentos em Salvador saltou de 12 para 17 por dia. Por causa do volume das mortes, a prefeitura de Salvador resolveu ampliar o número de vagas nos cemitérios.

Neste mês, uma licitação foi feita para abertura de 1.125 gavetas para dar suporte nos cemitérios. Atualmente, Salvador tem 740 gavetas disponíveis para sepultamentos imediatos. Além disso, a capital também oferece uma média de 300 covas por mês, de vagas geradas por exumações realizadas.

Depois da licitação, as gavetas devem estar prontas em até 60 dias. Segundo a Secretaria Municipal de Ordem Publica (Semop), outras 218 deverão estar disponíveis no próximo mês, mas não detalhou como essas vagas surgirão.

Santaluz registra 9 casos de Covid e mais 22 curas nas últimas 24h

Share Button

Foto: Freepik

Mais nove casos positivos de Covid-19 foram registrados em Santaluz nas últimas 24 horas, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta quarta-feira (3). Com a atualização, a cidade passa a contabilizar 2.054 diagnósticos positivos da doença desde o começo da pandemia do novo coronavírus. Também foram registradas 22 novas curas clínicas. Com isso, chega a 1.859 o total de pessoas recuperadas. O número de pacientes com o vírus ativo caiu para 167. Há ainda 103 suspeitas de infecção sendo investigadas na cidade.

Notícias de Santaluz

Rui Costa fala sobre pré-colapso no sistema de saúde por causa da Covid-19 e questiona: ‘Quando as pessoas vão se comover com isso?’

Share Button

Por G1 BA

Foto: Reprodução/TV Bahia

O governador da Bahia, Rui Costa, falou sobre o pré-colapso no sistema de saúde do estado por causa da Covid-19.

Durante entrevista ao Bahia Meio Dia, telejornal da TV Bahia, ele disse que quase 400 pessoas estão aguardando por regulação.

Ainda na entrevista, o gestor estadual questionou o comportamento dos cidadãos durante a pandemia do novo coronavírus.

“Antigamente caía um avião, a gente passava a semana inteira, o mês inteiro falando do avião e das vítimas. Aqui, em quatro dias morreram 400 pessoas, no dia de hoje morreram 700 em São Paulo, ontem foi o maior número da história da pandemia com 1,7 mil mortos no Brasil. Quando é que as pessoas vão se comover com isso?”, questionou. 

De acordo com Rui, a medida ideal para conter de vez o avanço da doença no estado seria decretar fechamento total por no mínimo 20 dias, no entanto, não pode fazer isso por causa da quantidade de trabalhadores informais na Bahia.

“Essa seria a medida absolutamente necessária, mas por que a gente não faz isso? Como as pessoas vão sobreviver? Nós estamos nesse momento, no Brasil, sem auxílio emergencial. Vivemos em um estado que tem o número de [trabalhadores] informais muito grande. Então você tem que pensar nas duas coisas: salvar essas pessoas para que não morram com a doença e salvar para que não morram de fome. Por isso que a gente vai tomando medidas medianas “, disse.

‘Com lockdown pessoas vão morrer de fome’, diz secretário de Saúde de SP

Share Button

Imagem: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O secretário da Saúde do estado de São Paulo, Jean Gorinchteyn, disse ser contra o lockdown no Brasil por considerar que a medida combinada com a falta do auxílio-emergencial vai levar parte da população “a morrer de fome”. “Sou contra lockdown como é feito em outros países, enquanto nós não tivermos esse auxílio (emergencial) para as pessoas que dependem disso. Temos que fazer restrições mais robustas e enérgicas, mas o lockdown no nosso país, não temos condições de fazer. As pessoas vão morrer de fome. Vamos ter um problema civil”, disse Gorinchteyn em entrevista à rádio CBN. Segundo o Uol, o secretário justificou a opinião explicando que “o Brasil tem uma questão social e econômica muito peculiar. Fazer o lockdown significa colocar uma parcela vulnerável numa situação difícil sem o auxílio. Eu vejo que alguns estados chegaram numa situação limite”.

Projeto de lei que reconhece academias como serviço essencial é protocolado em Lauro de Freitas

Share Button

Foto: Freepik

Foi protocolado nesta terça-feira (2), na Câmara Municipal de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, Projeto de Lei do Poder Legislativo que reconhece as academias como serviço essencial para a população do município.

Segundo o Conselho Regional de Educação Física (CREF13/BA), o projeto estabelece que “fica reconhecido em Lauro de Freitas, a prática da atividade física e do exercício físico como essencial para a população, podendo ser realizados em estabelecimentos prestadores de serviços destinados a essa finalidade, bem como em espaços públicos em tempos de crises ocasionadas por moléstias contagiosas ou catástrofes naturais”.

Conforme o CREF13/BA, a Câmara tem um prazo de 90 dias para regulamentar a nova lei.

Foto: Freepik

“Sem dúvida essa é uma grande vitória para a Educação Física e estamos trabalhando incansavelmente para que essa ação possa abranger todos os 417 municípios da Bahia”, afirmou o presidente do CREF13/BA, Rogério Moura, que participou do ato que protocolou o projeto.

Secretário Estadual da Saúde foca em atividade física após Covid-19

O secretário da Saúde da Bahia Fábio Vilas-Boas recebeu alta médica na manhã do último domingo (28), depois de nove dias internado com Covid-19.

Nesta terça-feira, o secretário, que também é médico, fez uma publicação nas redes sociais informando que já segue com um trabalho de reabilitação, utilizando a atividade física para restabelecer a saúde após a doença.

Foto: Reprodução/Redes sociais

“Amigos, por aqui sigo focando na fisioterapia muscular e respiratória. O caminho é longo pra desfazer o estrago do vírus. Perdi 5kg (alguma coisa de boa!) mas a maioria foi músculo. Com uma boa alimentação e os exercícios, muito em breve estarei no batente”, disse Vilas-Boas na publicação.

Notícias de Santaluz

Na contramão do governo estadual, prefeitura de Santaluz mantém proibição de venda de bebidas alcoólicas

Share Button

Foto: Freepik

A prefeitura de Santaluz anunciou na noite desta terça-feira (2) que vai seguir a nova determinação do governo estadual que libera o funcionamento de comércios e serviços não essenciais até as 18h de sexta-feira (5). Entretanto, a prefeitura manteve proibida a abertura de bares e a venda de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento. Para proprietários de bares e distribuidoras de bebidas ouvidos pela reportagem, o posicionamento da administração municipal afeta ainda mais o setor já em crise e vai na contramão do estado, que proibiu a comercialização de bebidas alcoólicas [inclusive por sistema de delivery] das 18h de sexta (5) até as 5h de segunda-feira (8), período em que apenas serviços essenciais poderão funcionar em toda a Bahia. Vale destacar que após o decreto estadual, municípios localizados na mesma região que Santaluz, a exemplo de Conceição do Coité e Queimadas, divulgaram nota liberando o funcionamento de bares e comercialização de bebidas alcoólicas, a partir das 5h desta quarta-feira até as 18h da próxima sexta.

Notícias de Santaluz

Homem fica ferido ao colidir moto com cavalo na BA-120, em Santaluz

Share Button

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um homem ficou ferido após a motocicleta que ele conduzia colidir com um cavalo na BA-120, em Santaluz, região sisaleira da Bahia, na noite desta terça-feira (2). O acidente aconteceu nas imediações de uma arena esportiva, na saída para a cidade de Queimadas. De acordo com informações da Guarda Civil Municipal (GCM), o motociclista, identificado como Alex, foi socorrido e levado para o hospital da cidade, com ferimentos leves e suspeita de fratura em um dos braços. O quadro de saúde dele é considerado estável. Conforme a GCM, o cavalo sofreu fratura exposta em uma das pernas. O dono do animal foi localizado pela guarda municipal, que o notificou. Aos agentes, o homem alegou que o cavalo havia fugido do local onde é mantido sob os seus cuidados.

Notícias de Santaluz

Santaluz registra mais 17 casos de Covid e 3 novas curas clínicas; total de ativos sobe e chega a 180

Share Button

Foto: Freepik

Dezessete novos casos de Covid-19 foram confirmados em Santaluz nas últimas 24 horas, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta terça-feira (2). Com a atualização, a cidade passa a contabilizar 2.045 diagnósticos positivos da doença desde o começo da pandemia do novo coronavírus. Também foram registradas três novas curas clínicas. Com isso, chega a 1.837 o total de pessoas recuperadas. O número de pacientes com o vírus ativo subiu e chegou a 180. Há ainda 114 suspeitas de infecção sendo investigadas na cidade.

Notícias de Santaluz

Rui Costa estende toque de recolher na BA até 31 de março; comércio no interior fechará somente nos fins de semana

Share Button

Foto: Alberto Maraux/SSP

Durante reunião com prefeitos da capital e Região Metropolitana de Salvador, na tarde desta terça-feira (2), o governador Rui Costa acordou a prorrogação das medidas mais restritivas até as 5h da próxima segunda-feira (8), em Salvador e região metropolitana.

Desta forma, será permitido apenas o funcionamento das atividades consideradas essenciais. As medidas estabelecidas serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (3), que também manterá o toque de recolher, das 20h às 5h, em todo o território baiano, de 3 de março até o dia 1º de abril.

Para o interior do estado, com exceção da Região Metropolitana de Salvador, todas as atividades poderão ser retomadas nesta quarta-feira (3).

O decreto ainda estabelece que, das 18h da próxima sexta-feira (5) até as 5h de segunda-feira (8), apenas poderão funcionar serviços essenciais em toda a Bahia. A restrição da venda de bebidas alcoólicas seguirá valendo em todo o estado a partir das 18h de sexta (5) até as 5h de segunda-feira (8), inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery).

São considerados serviços essenciais as atividades relacionadas à saúde e ao enfrentamento da pandemia, como transporte, serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, bem como à comercialização de gêneros alimentícios e feiras livres, à segurança e a atividades de urgência e emergência.

Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer na Bahia, respeitados os protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras, bem como com capacidade máxima de lotação de 30%.

Ficam vedados, até o dia 8 de março, procedimentos cirúrgicos eletivos não urgentes ou emergenciais, nas unidades hospitalares de saúde públicas e privadas do Estado da Bahia.

Toque de recolher para todo o estado

Segue restrita a circulação noturna de pessoas na rua em todo o estado, das 20h às 5h, até 1º de abril. A exceção é para deslocamentos por motivos de saúde ou que fique comprovada a urgência. Os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as atividades com até 30 minutos de antecedência, de modo a garantir o deslocamento dos seus funcionários e colaboradores às suas residências.

Os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e congêneres deverão encerrar o atendimento presencial às 18h, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até as 24h.

Estão fora do decreto as atividades ligadas ao funcionamento dos terminais rodoviários, metroviários, aquaviários e aeroviários, bem como o deslocamento de funcionários e colaboradores que atuem na operacionalização destes. O mesmo vale para os serviços de limpeza pública e manutenção urbana e os serviços de entrega em domicílio (delivery) de farmácia e medicamentos, além das atividades profissionais de transporte privado de passageiros.

Ficam suspensos ainda eventos e atividades, em todo o território do estado da Bahia, independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica no período de 3 de março a 1º de abril.

Notícias de Santaluz



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia