Share Button
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Deputado Paulinho da Força (SD), líder da Força Sindical, afirmou que os partidos do Centrão discutem o apoio a uma reforma da Previdência que não garanta a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Na opinião do parlamentar, garantir R$ 800 bilhões de economia a União por meio da reforma da Previdência garante R$ 240 bilhões para o governo “gastar”, o que poderia desaguar em uma releição de Bolsonaro. “O que estamos discutindo dentro do Centrão é que precisamos fazer uma reforma que não garanta a reeleição de Bolsonaro”, disse Paulinho da Força. “R$ 800 bilhões garantem, de cara, e reeleição dele. Se dermos 800 (bilhões de reais) como disse ele, significa que nos últimos 3 anos dele (Bolsonaro, na Presidência), há (R$) 240 bilhões ao ano para gastar. Eu acho que temos de ter (economia) em torno de (R$) 500 bi. (R$) 600 (bilhões) seria o limite para essa reforma”, defendeu ao jornal Estado de S.Paulo. “Se não temos força para parar a reforma, eu acho que as ruas nos darão força de negociação para fazer uma reforma justa, na qual o trabalhador sairá ganhando. É possível passar uma reforma da Previdência, mas que mantenha os direitos e combata os privilégios”, emendou.