WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Império Store

Drogaria Santana

:: ‘Destaque2’

Bolsonaro diz que estatais têm que ter ‘visão de social’

Share Button

Por G1 PR e RPC Foz do Iguaçu

Foto: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse em visita a Foz do Iguaçu (PR), nesta quinta-feira (25), que não admite presidente de estatal que não tenha “visão de social”. “O general Silva e Luna foi, não uma surpresa, mas uma realidade, tendo em vista do passado que nós conhecíamos a respeito. Estando a frente dessa estatal binacional ele realmente a conduziu de forma ímpar combatendo desvios, colocando-a no rumo da prosperidade, colaborando com o governador do Estado, o senhor Ratinho Junior, colaborando com mais de 30 prefeituras da região, ou seja, uma estatal seja ela qual for, tem que ter a sua visão de social, não podemos admitir uma estatal, um presidente que não tenha essa visão.” Na sexta-feira passada (19), Bolsonaro indicou Joaquim Silva e Luna, que atualmente comanda a Itaipu Binacional, para assumir a presidência da Petrobras. O presidente tem criticado o que classifica como transparência no preço dos combustíveis e vem buscando uma maneira de conter reajustes. Sobre a possível gestão de Silva e Luna a frente da Petrobras, Bolsonaro disse “que todos aqueles que dependem do produto da Petrobras vão se surpreender positivamente com seu trabalho quando ele lá assumir”, sem especificar ao que se referia.

Grupo é preso por trocar rótulos de cervejas baratas por marcas caras

Share Button

Foto: Reprodução/G1

Você já desconfiou da qualidade de uma cerveja de garrafa num bar, com gosto diferente? Nesta quarta-feira (24), quatro pessoas foram presas em flagrante em uma fábrica clandestina em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Cervejas de marcas mais baratas tinham os rótulos e as tampas trocadas pelas de marcas mais caras. Segundo o G1, o grupo informou aos policiais que cerca de 500 caixas de cerveja eram falsificadas por dia, e a quadrilha faturava mais de R$ 600 mil por mês. Os investigadores estão tentando localizar agora onde as bebidas falsas eram vendidas.

Justiça da China obriga homem a indenizar ex-mulher por trabalho doméstico

Share Button

Por G1

Foto: Freepik

A Justiça da China decidiu que um homem terá que pagar cerca de R$ 42 mil à ex-mulher como compensação pelo trabalho doméstico dela durante cinco anos de união. Uma nova regra do código civil chinês determina que um ex-cônjuge pode pedir compensação ao ex-parceiro se foi o principal responsável pelos filhos ou se fez a maior parte do trabalho doméstico. A decisão foi de uma corte de Pequim. Só foram divulgados os sobrenomes dos dois, Chen (o homem) e Wang (a mulher). Ela afirmou que cuidava do filho e que seu marido não cumpria nenhuma função na casa. Os dois viveram juntos entre 2015 e 2018, mas legalmente a união ainda se prolongou por outros dois anos, durante os quais ela cuidou da criança. Chen precisará pagar a pensão, além do valor que servirá como compensação pelo serviço doméstico de Wang. O juiz Feng Miao disse que a divisão de bens não contempla o trabalho doméstico, mas que esse contribui para a renda do marido. O trabalho doméstico pode “melhorar a capacidade do outro cônjuge de crescer pessoalmente e academicamente, e isso não está refletido no valor das propriedades (que serão divididas no divórcio)”, disse o juiz.

Operação da Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra fraudes em licitações no Detran

Share Button

Fotos: Haeckel Dias/Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou, na manhã desta quarta-feira (24), em Salvador, uma operação contra fraudes envolvendo o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran), por meio da Escola Pública de Trânsito (Eptran) e uma fundação de direito privado sediada na capital baiana. A ação visa cumprir mandados de busca e apreensão em empresas privadas, em duas fundações de direito privado e na própria sede do Detran. De acordo com informações da polícia, a investigação aponta ilegalidades nas licitações e na execução de contratos que geraram prejuízo estimado de R$ 19 milhões aos cofres públicos. Há ainda indícios de lavagem de dinheiro. Além disso, a apuração da Polícia Civil revelou que ex-dirigentes do Detran e outros agentes públicos ligados ao órgão participavam do esquema criminoso. A operação, batizada de Mão Dupla, é comandada pela Coordenação de Combate à Corrupção e Lavagem de Dinheiro, da Polícia Civil, e conta com a participação de cerca de 70 agentes.

Notícias de Santaluz

STF permite que estados e municípios comprem vacinas contra Covid-19 se União descumprir planejamento

Share Button

Julgamento em plenário virtual foi realizado nesta terça | Foto: Nelson Jr./STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria, nesta terça-feira (23), para autorizar que estados e municípios comprem e distribuam vacinas contra a Covid-19. Essa permissão valerá caso o governo federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou caso as doses previstas no documento sejam insuficientes. Segundo informações da TV Globo, o julgamento termina ainda nesta terça e, até o início da tarde, seis dos 11 ministros já haviam votado para permitir a compra. São eles: Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Marco Aurélio Mello, Dias Toffoli, Cármen Lúcia e o relator Ricardo Lewandowski. A ação foi apresentada no fim de 2020 pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e é julgada em plenário virtual. A tese que deve ser oficializada ao fim do julgamento define ainda que as vacinas eventualmente compradas pelos governos locais precisam ter sido aprovadas, em prazo de 72 horas, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Caso o prazo não seja cumprido, a importação pode ser liberada se houver registro nas agências reguladoras da Europa, dos Estados Unidos, do Japão ou da China. Em dezembro, Lewandowski já havia concedido uma liminar (provisória) para permitir a atuação de estados e municípios na vacinação.

Funcionários da Ford voltam ao trabalho na fábrica de Camaçari

Share Button

Por G1 BA

Foto: Shutterstock

Cerca de 700 funcionários da Ford retornam aos postos de trabalho, em Camaçari, na região metropolitana de Salvador, nesta terça-feira (23). A retomada será, inicialmente, por 90 dias e acontece depois de negociações entre o sindicato da categoria e a empresa. Uma pequena parte voltou na segunda-feira (22). Esse grupo abrange funcionários da montadora e prestadores de serviço. Outros 327 trabalhadores retornarão no próximo mês, 189 em abril e 31 funcionários serão convocados em maio. “A negociação foi uma trégua de 90 dias, que foi dada para termos tempo para negociar. Existem alguns pontos que estão sendo colocados na negociação. Somente o acordo coletivo de quatro anos de estabilidade que nós temos. Existe também uma liminar de um inquérito feito pelo Ministério Público, que também foi emitida pela Justiça do Trabalho, que também dá algumas prerrogativas de garantia e segurança aos trabalhadores”, explicou o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Júlio Bonfim. A empresa garantiu que vai pagar o salário dos trabalhadores que serão chamados para o expediente, assim como os profissionais que ficarem fora da convocação. Segundo Júlio, essa é uma decisão que foi determinada pela liminar judicial. “A liminar já garante essa obrigatoriedade por parte da empresa. A empresa até o momento está cumprindo. Só que existe outro problema: existem cinco empresas satélites aqui da região que já desligaram todos os seus trabalhadores. Nós estamos tendo problemas com esses trabalhadores, para que também a Ford assuma a responsabilidade, a partir do momento em que foi ela quem encerrou as atividades de trabalho, para que também esses trabalhadores que foram desligados possam entrar nessa discussão de indenização”.

Justiça do Trabalho mantém liminar que proíbe Ford de demitir funcionários

Share Button

Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

A Justiça do Trabalho confirmou nesta segunda-feira (22) a liminar que proibiu a montadora Ford de realizar demissão coletiva dos trabalhadores da fábrica de Taubaté (SP). A empresa também continua impedida de se desfazer de bens e maquinários até a conclusão das negociações coletivas.

Segundo a Agência Brasil, a decisão foi motivada por um recurso da empresa, apresentado após a decisão proferida no dia 5 de fevereiro, que também impediu a dispensa em massa dos empregados. A liminar foi assinada nesta manhã pela desembargadora Maria da Graça Bonança Barbosa, do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região, em Campinas.

Na mesma decisão, a desembargadora deferiu parcialmente pedido da montadora para desobrigar a empresa de fornecer em 30 dias um cronograma de negociação coletiva e para garantir que não há mais necessidade da participação do Ministério Público do Trabalho (MPT) nas negociações entre a Ford e o sindicato da categoria.

A Ford anunciou em janeiro o fechamento de todas as suas fábricas no Brasil, após mais de 100 anos montando veículos no país. Em nota à época do anúncio, a empresa citou, entre outros fatores, os impactos provocados pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), que “amplia a persistente capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, resultando em anos de perdas significativas”.

Bolsonaro volta a criticar política da Petrobras: “O petróleo é nosso ou é de um pequeno grupo no Brasil?”

Share Button

Por Valor Econômico

Foto: Alan Santos/PR

Pouco antes da abertura da bolsa de valores nesta segunda-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro voltou à carga contra a sistemática de definição de preços da Petrobras. Afirmou que a atual política atende aos interesses de “alguns grupos do Brasil”, criticou o trabalho do presidente da estatal, Roberto Castello Branco, e disse que a Lei de Reponsabilidade Fiscal prevê que, em estado de calamidade, a companhia deve “olhar para outros objetivos”. Em conversa com apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada, o presidente provocou: “O petróleo é nosso? Ou é de um pequeno grupo no Brasil?” Na última sexta, Bolsonaro anunciou que Castello Branco será substituído pelo general Joaquim Silva e Luna, atual presidente da Itaipu Binacional. Pressionado por caminhoneiros pelos recentes reajustes no preço do diesel, Bolsonaro defende que a composição dos preços e reajuste precisa de transparência e previsibilidade. Na primeira hora de pregão, os papéis da empresa perdiam 20%. “É sinal que alguns do mercado financeiro estão muito felizes com a política que só tem um viés na Petrobras, atender os interesses de alguns grupos do Brasil”, disse o presidente. Bolsonaro ainda reclamou que ninguém no governo estava tomando providências para reduzir o preço ao consumidor. “No fundo, ninguém fazia nada, eu tenho que descobrir sozinho isso. A gente vai mudar, mudanças teremos no governo sempre que se fizer necessário”, assegurou. “Não tenho preocupação nenhuma a não ser atender ao interesse público”, completou.

‘Se considerar a regulação, todos os leitos [de UTI Covid] estão ocupados’, alerta governador da Bahia

Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Paula Fróes/GOVBA

Ao justificar a ampliação do horário do toque de recolher na Bahia, o governador Rui Costa (PT) ressaltou que a situação dos leitos de UTI Covid é ainda pior do que os números apontam. No domingo (21), o estado atingiu a marca de 80% de ocupação nesses leitos, então a restrição, antes válida das 22h às 5h, passou a ser das 20h às 5h. No entanto, os dados da regulação indicam um quadro mais grave. “Se considerar a regulação, todos os leitos [de UTI Covid] estão ocupados neste momento”, ressaltou Rui em entrevista ao Jornal da Manhã, da TV Bahia, nesta segunda-feira (22). O governador disse que a informação é da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), responsável por coordenar todo o sistema de saúde da Bahia. Ele afirma que, diante desse cenário, “não há o que se falar de manter bares funcionando, lotados”. O decreto que determina o toque de recolher restringe ainda mais o horário de funcionamento de estabelecimentos com venda de bebida alcoólica, que só podem funcionar até às 18h.

Jovem é assassinado a tiros na frente de casa em Serrinha

Share Button

Foto: Reprodução/Redes Sociais

José Carlos Nery dos Santos, conhecido como ‘Chiquinho’, de 24 anos, foi assassinado a tiros na noite desta sexta-feira (19) em Serrinha, na região sisaleira da Bahia. De acordo com informações da Polícia Militar, o crime aconteceu no bairro Urbis I. Populares relataram que o jovem estava na frente de casa quando foi atingido pelos disparos efetuados por um indivíduo não identificado, que chegou ao local em um carro branco. Não há informações sobre autoria nem motivação do crime. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Notícias de Santaluz – colaborou o repórter Renny Maia



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia