Share Button
Brasília- DF- Brasil- 18/05/2016 Presidente Michel Temer recebe o ministro Geddel Vieira Lima e líderes do Senado Federal.   Foto: Marcos Corrêa/ Vice Presidência da República

Foto: Marcos Corrêa

A demissão do ministro-chefe da Secretaria Geral, Geddel Vieira Lima, representou para o presidente Michel Temer um dos momentos mais difíceis já enfrentados desde que assumiu a liderança do Palácio do Planalto. Segundo amigos do presidente, a conversa entre os dois que oficializou a demissão foi bastante sentimental. No almoço com o PSDB, ficou visível que Temer estava abalado. “Não era o Michel de sempre”, disse um tucano para a jornalista Natuza Nery da Folha de S. Paulo. Geddel não é mais ministro, mas não deixou o governo. Como braço direito do presidente, seguirá ajudando nos bastidores.