62 pessoas foram conduzidas à Delegacia Territorial de Santa Bárbara e 73 galos foram apreendidos. (Foto Ilustração)

Sessenta e duas pessoas, sendo quinze adolescentes, foram apresentadas na Delegacia Territorial de Santa Bárbara, após serem flagradas em uma rinha de galo, proibida por lei. A Polícia Militar chegou ao local através de uma denúncia anônima.

Foram apreendidos 73 galos, 13 motos, uma balança, vitaminas e antibióticos, que segundo a PM, seriam aplicados nos animais. Os galos foram encontrados presos em gaiolas e um deles estava sangrando e com o olho ferido.

As aves ficarão à disposição do Ministério Público, para que sejam adotadas as devidas providências. A pena para este tipo de crime é de três meses a um ano de detenção.

De acordo com a delegada Joanice Santana, as pessoas apresentadas foram ouvidas e liberadas. A polícia ainda não sabe quem são os donos dos animais.

Um homem que não quis se identificar se apresentou como proprietário da casa, que servia com rinha, e afirmou que quinze galos são dele e não estavam participando da competição. Mas, admitiu que as aves eram preparadas para futuros torneios. (TV Subaé)