WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
Home . Inicio




Laboratório Checap

Adrivana Cunha - Hospital de Olhos

Império Store

Drogaria Santana

Parabéns, Santaluz!

:: ‘Notícias’

Milhões de pessoas voltam ao confinamento na China após surto de variante delta

Share Button

Por RFI

Profissional de saúde coleta material para teste de Covid-19 na cidade de Zhengzhou, na China | Foto: Cnsphoto Via Reuters

Milhões de pessoas voltaram ao confinamento na China a partir desta segunda-feira (2), quando o país tenta conter seu maior surto de coronavírus em meses, agravado pela disseminação da variante delta. A aplicação em massa de testes e restrições a viagens se somam às medidas para conter o retorno da pandemia de Covid.

O país relatou 55 novos casos de coronavírus transmitidos localmente, nesta segunda-feira, quando um surto da variante delta, de rápida disseminação, atinge mais de 20 cidades em diferentes províncias. Os governos locais nas principais cidades, incluindo Pequim, já testaram milhões de residentes, enquanto isolam complexos residenciais e colocam casos de contato em quarentena.

A cidade Zhuzhou, no centro da província de Hunan, ordenou o confinamento de mais de 1,2 milhão de moradores em suas casas pelos próximos três dias, enquanto uma campanha de vacinação e de testes é realizada em toda a cidade, de acordo com um comunicado oficial. “A situação ainda é sombria e complicada”, afirmou o governo de Zhuzhou.

A situação se instala no país quando Pequim já comemorava o sucesso em ter reduzido os casos domésticos de Covid-19 a praticamente zero desde que o coronavírus surgiu pela primeira vez em Wuhan, no final de 2019. O controle da pandemia já permitia uma forte recuperação econômica.

Mas a calmaria durou pouco. O mais recente surto, ligado a um foco em Nanjing, onde nove funcionários do serviço de limpeza de um aeroporto internacional testaram positivo em 20 de julho, ameaça essa tranquilidade, com mais de 360 ​​casos domésticos registrados nas últimas duas semanas.

‘Ou come, ou compra o gás’: Após alta de 20% no GLP, famílias recorrem à lenha

Share Button

Foto: Reprodução/RBS TV

O fogão a lenha virou uma alternativa para moradores de Porto Alegre, diante do aumento no preço do gás. Entre janeiro e julho deste ano, o valor do botijão de 13 kg subiu 20% na Capital, conforme dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Sem condições para comprar o gás de cozinha, muitas famílias precisam decidir como os recursos do mês serão aplicados. “Ou come, ou compra o gás. E, se tu comprar o gás, não tem comida. E aí, o que que vai ser feito?”, questiona Maria Solange Corrêa, líder comunitária.

Segundo levantamento semanal da ANP consultado pela RBS TV e G1, o preço do gás em Porto Alegre chega a até R$ 98 em algumas revendas. O valor médio observado em julho, na Capital, é de R$ 90,44 (20% a mais que em janeiro de 2021, quando o botijão de 13 kg custava R$ 75,20, em média, na cidade). A marca pode aumentar, uma vez que a média da semana entre 18 e 24 de julho foi de R$ 92,29.

O pedreiro Alex Sandro Junchem construiu um fogão com as próprias mãos para a casa onde vive com a esposa, Ana Paula Martins, e os três filhos pequenos. Ele aproveitou restos de uma churrasqueira e alguns tijolos para montar a estrutura, que não conta nem com uma chaminé para dissipar a fumaça.

A única renda deles vem do Bolsa Família, pouco mais de R$ 250 mensais. Segundo Ana Paula, o dinheiro é destinado para a compra de alimentos. Eles ainda contam com a ajuda de uma igreja, que faz doações de comida. “Se não fosse o fogão a lenha e essa ajuda aí, a gente estava bem pior”, afirma.

Foragida da Justiça é presa após participar de funeral do pai em cemitério na Bahia

Share Button

Mulher foi presa após participar de funeral do pai em cemitério da cidade de Ribeira do Pombal | Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma mulher de 32 anos, foragida da Justiça, foi presa na manhã desta quinta-feira (29) em um cemitério na cidade de Ribeira do Pombal, na região nordeste da Bahia, logo depois de acompanhar o sepultamento do pai. De acordo com a Polícia Civil, a mulher foi encontrada depois que a Guarda Civil Municipal de Ribeira do Pombal recebeu informações do Serviço de Investigação (SI) da Delegacia Territorial de Euclides da Cunha de que ela participaria do funeral. A Polícia Civil detalhou ainda que a mulher tinha sido colocada em prisão domiciliar por participação em um roubo a mão armada ocorrido em 2017, no povoado Matoso, zona rural do município de Paripiranga (BA). Em 2019, porém, a acusada teve a medida revogada após descumprir restrições impostas pela Justiça, e desde então era considerada foragida, conforme a polícia. Após o cumprimento do mandado de prisão, ela foi encaminhada à Delegacia da Polícia Civil para as medidas cabíveis.

Notícias de Santaluz

Ciro Nogueira, líder do Centrão, aceita convite de Bolsonaro e será o novo ministro da Casa Civil

Share Button

Por G1

Foto: Isac Nóbrega/PR

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) aceitou oficialmente o convite do presidente Jair Bolsonaro e será o novo ministro da Casa Civil. Ciro confirmou a informação após se reunir com Bolsonaro no Palácio do Planalto. O próprio presidente já havia antecipado, na semana passada, que o senador iria para a Casa Civil. Nogueira é presidente do PP e membro do grupo conhecido no Congresso como Centrão. A ida dele para a Casa Civil é uma estratégia de Bolsonaro de se fortalecer politicamente. O presidente tenta estreitar seus laços com o grupo, fundamental para o governo ganhar votações no Congresso, e também busca melhorar a relação do governo com o Senado, onde a CPI da Covid tem gerado desgastes para o Palácio do Planalto. A Casa Civil é um dos mais importantes ministérios da Esplanada e, além de auxiliar na articulação política junto ao Congresso, atua na coordenação de ações do governo com outras pastas. O ministro da Casa Civil compõe, junto com o ministro da Economia, a Junta de Execução Orçamentária, responsável por definir questões do Orçamento como: remanejamento de verbas entre os ministérios, créditos suplementares e bloqueios e desbloqueios de verba.

Alunos e professores vacinados não precisam usar máscara nos EUA, definem autoridades de saúde

Share Button

Por G1

Foto: Matt Slocum/Arquivo/AP Photo

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos determinou nesta sexta-feira (9) que não há necessidade de que alunos e professores usem máscaras dentro das escolas, desde que estejam vacinados contra o coronavírus.

As mudanças foram definidas em um momento em que jovens a partir de 12 anos podem se vacinar contra a Covid-19. Embora desigual, com alguns estados em melhor situação e outros menos, o ritmo da vacinação nos EUA derrubou os números da pandemia.

Desde maio, os EUA não obrigam mais o uso de máscaras por pessoas vacinadas na maioria dos ambientes. A imunização avançou muito rápido nos primeiros meses de 2021, mas o ritmo caiu nestas últimas semanas principalmente em estados com pessoas com menor escolaridade, temerosas em se vacinar.

A imunização, entretanto, não é obrigatória nem para alunos nem para professores. E não há uma diretriz que aponte como as escolas saberão se as pessoas estão vacinadas para isentá-las de usar máscaras.

Em entrevista à agência Associated Press, a professora Elizabeth Stuart, especialista em saúde pública da Universidade Johns Hopkins, mostrou preocupação com o funcionamento dessa dinâmica.

“Professores não deveriam ter que monitorar quais crianças devem usar máscaras”, criticou.

Bahia receberá novos lotes de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta e sexta-feira

Share Button

Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A Bahia receberá mais duas remessas de vacinas contra a Covid-19. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), um avião comercial transportando a primeira carga com 111.150 doses de imunizantes da Pfizer/BioNTech tem pouso previsto para as 16h50 desta quinta-feira (8), no aeroporto de Salvador. A outra carga, com 61.800 doses da CoronaVac, tem previsão de chegada na sexta-feira (9), em um voo com aterrisagem marcada para 9h35. Segundo a Sesab, os imunizantes da Pfizer/BioNTech serão destinados para a primeira aplicação, enquanto as vacinas CoronaVac serão metade para a primeira aplicação e as demais para o complemento do esquema vacinal (2ª dose). Conforme a Sesab, as vacinas serão enviadas para as regionais de saúde, de onde serão encaminhadas, nesta sexta-feira, aos municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores. Com as cargas desta quinta e sexta-feira, a Bahia chegará ao total de mais de 9,3 milhões de doses de vacinas recebidas.

Notícias de Santaluz

Média móvel de novos casos de Covid no Brasil tem maior queda já registrada desde o começo da pandemia

Share Button

Por G1

Foto: Pixabay

O Brasil registrou 754 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta segunda-feira (5) 525.229 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.575. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -20% e aponta tendência de queda. Em ritmo de diminuição ainda mais positivo, a média móvel de casos da doença atingiu seu maior indicativo de queda (-33%) em relação a 14 dias, considerando os dados desde o início da pandemia. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h desta segunda. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, 18.792.076 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 25.796 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 49.237 novos diagnósticos por dia – a mais baixa desde 23 de fevereiro (quando estava em 48.469). Isso representa uma variação de -33% em relação aos casos registrados na média há duas semanas, o que indica tendência de queda também nos diagnósticos. Esses -33% representam a maior queda registrada na média de casos desde o início da pandemia. Antes, por duas vezes o comparativo chegou a indicar -32%: em 13 de setembro de 2020 (quando a média estava em 27.507) e neste último domingo (quando ficou em 49.881).

Grupo tenta explodir caixa eletrônico e destrói parte de supermercado na região metropolitana de Salvador

Share Button

Foto: Blog Maisregião/Reprodução

Um grupo tentou explodir caixas eletrônicos em um supermercado na madrugada desta segunda-feira (5), na cidade de Dias D’Ávila, região metropolitana de Salvador. Na ação, eles acabaram destruindo parte do estabelecimento comercial. Segundo a polícia, três homens atacaram o local, mas os explosivos não atingiram os caixas. De acordo com informações da TV Bahia, os criminosos deixaram um rastro de destruição, danificaram a estrutura do mercado, quebraram parte do teto e das paredes do ponto comercial. A Polícia Militar foi acionada, esteve no local e fez rondas na região, mas os suspeitos já tinham fugido. Até o momento, nenhum criminoso foi identificado.

Bahia terá novas medidas de flexibilização e volta às aulas se números da Covid continuarem caindo, diz Rui

Share Button

Foto: Reprodução/Twitter

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou nesta sexta-feira (2) que o estado vai começar a flexibilizar medidas mais rígidas de combate ao coronavírus se os números da pandemia continuarem caindo.

“Se os números continuarem caindo, teremos novas medidas de flexibilização e o retorno às aulas presenciais, no modelo híbrido. Estamos ansiosos para retomar e recuperar o tempo perdido na educação. A dedicação de todos garantiu que a Bahia tivesse, graças a Deus, com uma das menores taxas de mortalidade por coronavírus no Brasil. Mas não podemos relaxar, precisamos continuar trabalhando e conscientizando sobre a importância da vacinação”, escreveu Rui em uma rede social.

Na sexta-feira, a Bahia ultrapassou a marca de 5 milhões de vacinados com primeira dose e dose única contra a Covid-19. Com 5.009.928 de imunizados, o que representa 45% da população com 18 anos ou mais a ser imunizada, o estado é um dos que mais vacinam contra a doença no país.

Notícias de Santaluz

Senado aprova projeto que inclui no Código Penal crime de violência psicológica contra a mulher

Share Button

Por G1

Foto: Freepik

O Senado aprovou na quinta-feira (1º), por unanimidade, um projeto que inclui no Código Penal o crime de violência psicológica contra a mulher.

A proposta já foi aprovada pela Câmara dos Deputados e seguirá para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Pela proposta, a violência psicológica contra a mulher consiste em: “Causar dano emocional à mulher que a prejudique e perturbe seu pleno desenvolvimento ou que vise a degradar ou a controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, chantagem, ridicularização, limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que cause prejuízo à sua saúde psicológica e autodeterminação”.

Pelo texto aprovado, a punição para o crime será reclusão de seis meses a 2 anos e pagamento de multa. A pena pode ser maior se a conduta constituir crime mais grave.

Outros países do mundo reconhecem a violência psicológica como crime, entre os quais a Irlanda. No ano passado, o Instituto Maria da Penha chegou a lançar uma campanha contra a violência psicológica.

O projeto também aumenta a pena do crime de lesão corporal praticada contra a mulher. Neste caso, a pena passa a ser prisão de um a quatro anos (sem o agravante, a pena é detenção de três meses a um ano).

Além disso, o texto aprovado altera um trecho da Lei Maria da Penha para incluir o risco à integridade psicológica contra a mulher como fundamento para o afastamento do agressor do local de convivência.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia