ZZZZZ prison 6939e301ddb33a2f3a085ade686f3370_XL

Foto: Divulgação

A polícia prendeu 13 técnicos terceirizados de uma empresa de telefonia suspeitos de participar de esquema fraudulento para comercializar assinaturas de TV a cabo, em nome de terceiros, o chamado “Gatonet”. As informações são do G1. A polícia afirma que o grupo cobrava pelas assinaturas entre R$ 50 e R$ 100 por pacotes que custavam até R$ 400 para a operadora. A operação foi deflagrada pelo Grupo Especial de Repressão a Crimes por Meios Eletrônicos (GME) na quarta-feira (11). De acordo com a polícia, o grupo “se infiltrava” em diversos cargos dentro da empresa de telefonia, desde técnicos que trabalhavam realizando a instalação de equipamentos, até técnicos que atuavam internamente liberando o sinal de TV a cabo. Os dados dos clientes, como RG, CPF e endereços, eram recolhidos pelos suspeitos e integravam o cadastro da prefeitura de uma cidade do interior da Bahia. Além dos 13 mandados de prisão preventiva, outros 17 de busca e apreensão foram cumpridos.