Paralisação Nacional

Centrais sindicais prometem voltar às ruas nesta sexta-feira (30) em todo o Brasil, exigindo “mudanças na atual política adotada pelo governo”, no que chamam de “Dia Nacional de Paralisação”. A organização envolverá, pelo menos, 17 Estados do País, além do Distrito Federal. A última paralisação nacional foi realizada no dia 11 de julho deste ano. Algumas centrais sindicais  já se pronunciaram quanto à paralisação, porém não há confirmação sobre o funcionamento integral de serviços em empresas e lojas.

Representados pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia (Sinpojud), os servidores paralisarão suas atividades.  A Diretoria Executiva do Sinpojud informa que o protesto da categoria do judiciário é referente aos diversos problemas vivenciados pelos servidores do judiciário baiano. Carência de servidores, sobrecarga de trabalho e o não pagamento de substituição, morosidade na realização de concurso público, sucateamento dos cartórios extrajudiciais, dentre outros. Devem funcionar apenas os serviços do plantão judiciário.

Está marcado para as 2h da madrugada o início dos protestos no Sindicato dos Trabalhadores Químicos da Bahia, ao lado do IBGE, na rua Barão de Cotegipe.