Share Button
Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

A Semana da Pátria foi oficialmente aberta em Santaluz na manhã deste domingo (1º), com a 50ª edição da Corrida do Fogo Simbólico. O evento marca o início da programação em comemoração à Independência do Brasil, celebrada no próximo sábado, 7 de setembro.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

O trajeto começou na rodovia BA-120, quando uma equipe da Liga do Fogo Simbólico da Pátria junto com os atletas do município de Queimadas [onde a corrida teve início] foram recepcionados pela comitiva luzense.

Em seguida, o grupo percorreu as principais ruas e avenidas do centro da cidade, levando a tocha até a Praça do Saber, onde ocorreu a cerimônia do acendimento da pira do Fogo Simbólico e a execução do Hino Nacional.

Este ano, o evento homenageou o atleta luzense Jinário Silva Lima Filho, popularmente conhecido como ‘Ninho Cabeção’, que recebeu uma placa simbólica.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

A solenidade contou com a presença da secretária municipal da Educação, Maria Lucineide, a professora Maria Aparecida e os vereadores Miraldo Sena e Peu, que representaram a prefeita Quitéria Carneiro, além de representantes do município de Queimadas e o presidente da Liga do Fogo Simbólico da Pátria, Luiz Silva Pereira, que desde 1969 participa da organização da corrida, entre outras autoridades.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

Após a cerimônia na Praça do Saber, os atletas luzenses conduziram a tocha até a cidade de Valente, onde também ocorre o acendimento da pira, na Praça do Forródromo.

O Fogo Simbólico ainda vai passar pela cidade de Coité antes de chegar em Serrinha, onde a pira é mantida acesa até o dia 7 de setembro, no Coreto situado na Praça Luiz Nogueira.

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

Fogo Simbólico

Segundo o Exército, o Fogo Simbólico da Pátria surgiu em 1937, no Rio Grande do Sul, quando um grupo de patriotas procurava um símbolo que bem representasse o calor patriótico do povo brasileiro. Assim surgiu a ideia do Fogo, companheiro do homem desde a pré-história.

Aprovada a ideia, foi decidido que o símbolo receberia a denominação de Fogo Simbólico da Pátria e que deveria percorrer todo o território nacional, em peregrinação cívica.

A Liga da Defesa Nacional (LDN), criada por Olavo Bilac, se juntou aos idealizadores e criou a corrida do Fogo Simbólico da Pátria, evento realizado pela primeira vez em 1938, num percurso de 26 Km entre as cidades de Viamão e Porto Alegre.

Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz

Foto: Notícias de Santaluz