lamarão_Raimundo MAscarenhas

Lamarão registrou o 3º pior PIB per capita da Bahia em 2011 | Foto: Raimundo Mascarenhas

Com 9.673 habitantes, o município de Lamarão registrou o 3º menor Produto Interno Bruto (PIB) per capita [dividido pelo número de habitantes do município] da Bahia em 2011, conforme mostra pesquisa divulgada nesta terça-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O município localizado na região sisaleira teve um PIB per capita de R$ 3,14 mil. Segundo o IBGE, dos vinte municípios que compõem o Território do Sisal, oito estão entre os cinqüenta piores PIB per capita da Bahia, sendo Lamarão, Itiúba, Araci, Teofilândia, Monte Santo, Nordestina, Quijingue e Candeal. Em tempo, com R$ 9,2 mil, o município de Barrocas registrou o maior PIB per capita da região sisaleira. Os dados não contabilizam os investimentos anunciados nos últimos dois anos em setores como a mineração e a construção civil, de crescente relevância no interior do estado, a exemplo de Santaluz.

PIB PER CAPITA DOS MUNICÍPIOS DO TERRITÓRIO DO SISAL

Na região sisaleira, em 2011, Araci registrou PIB per capita [por habitante] de R$ 4 mil; Barrocas R$ 9,2 mil; Biritinga R$ 4,6 mil; Candeal R$ 3,6 mil; Cansanção R$ 4,3 mil; Conceição do Coité R$ 5,8 mil; Ichu R$ 4,5 mil; Itiúba R$ 4 mil; Lamarão R$ 3,4 mil; Monte Santo R$ 3,8 mil; Nordestina R$ 3,7 mil; Queimadas R$ 4,5 mil; Quijingue R$ 3,7 mil; Retirolândia R$ 5,5 mil; Santaluz R$ 5,2 mil; São Domingos R$ 5,3 mil; Serrinha R$ 6,7 mil; Teofilândia R$ 3,9 mil; Tucano R$ 4,2 mil e Valente R$ 5,5 mil por habitante.

Redação Notícias de Santaluz