eliana-calmon-20110812-02-size-598

Candidata falou sobre projetos para segurança publica e questionou declaração dos bens de outros candidatos | Foto: Divulgação

A candidata ao senado federal Eliana Calmon (PSB) esteve na manhã desta quinta-feira (31) concedendo entrevista em uma rádio local da capital baiana. Durante o bate-papo a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) abordou temas como saúde, educação, segurança pública e corrupção. Questionada sobre a briga que aconteceu na noite desta quarta-feira [30] através das redes sociais entre os candidatos Otto Alencar (PT) e Geddel Vieira Lima (PMDB) disparou, “Acho isso uma perda de tempo. É para desviar a atenção e não apresentar o que cada candidato tem a dizer. Um verdadeiro jogo de gato e rato”. 

Eliana aproveitou a entrevista para questionar as declarações de bens dos candidatos no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “Eu sou assalariada e fiquei sabendo pela imprensa que sou a candidata mais rica. Isso é uma mentira. Todos sabem! Querem enganar a quem? Isso precisa ser corrigido. Os gastos de campanha, cada um diz o quanto vai gastar. Vocês acreditam no que está declarado no site do TSE?”. 

Sobre segurança pública a candidata afirmou que é necessário um projeto integrado de segurança pública com envolvimento do governo federal, “Falta um projeto em nível nacional, não há envolvimento do governo federal e isso não ajuda no combate a violência. O governo deixa para o Estado resolver a questão da segurança e em cada local existe uma plataforma adotada que muitas vezes não ajudam em sua totalidade”, declarou.

Redação Notícias de Santaluz