Share Button

Por Bahia Notícias

Foto: Valter Pontes/Secom

Foto: Valter Pontes/Secom

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), afastou, nesta terça-feira (29) qualquer possibilidade de assumir um cargo na estrutura do governo federal. O presidente nacional do DEM finaliza o segundo mandato como gestor da capital baiana em 31 de dezembro. Ele tem se reunido com o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) e o fato gerou especulações sobre a possibilidade do democrata passar a integrar a gestão federal. 

“Não há hipótese, é especulação de eu ir pra qualquer ministério. Eu não cogitaria isso e o governo sabe da minha posição há muito tempo, daí porque não houve convite”, afirmou ACM Neto em entrevista coletiva.

O gestor sinalizou que está a disposição para aconselhar e contribuir em uma agenda para o futuro do país, mas a ajuda tem a condição de “apoio voluntário”.

“Não há hipótese de eu pleitear cargo, não fui convidado para ocupar cargo no governo, esse convite não existiu e não existirá, por um simples motivo: todos sabem quais são os meus planos para 2021”, disse.

ACM Neto confirmou que vai iniciar ainda em janeiro um projeto político novo em que vai rodar o estado. O gestor adiantou que definiu três cidades para iniciar o trabalho. De acordo com o democrata, ele dará consultoria a alguns prefeitos do interior.

“A gente quer começar a viajar em janeiro, naquela lógica de levar conselho e apoio a alguns prefeitos. Na verdade o formato que estou bolando é simples, eu mais dois ou três colaboradores, sentar com secretários, dirigentes, falar da minha experiência, desafios do começo de um novo governo”, explicou.

As datas e cidades ainda não foram divulgadas por ACM Neto. Segundo ele, a informação será divulgada quando a agenda for fechada.

“Até o dia 31 é prefeitura, a partir de 1º eu conto a vocês em breve”, disse Neto à imprensa na manhã desta terça.