Objetivo das reuniões é escolher quem será o candidato das oposições nas eleições estaduais deste ano

O ex-governador Paulo Souto (DEM) e o ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima (PMDB) terão reuniões individuais, nesta sexta-feira (31), com o prefeito de Salvador ACM Neto, em local e horário a serem definidos, com o objetivo de bater o martelo sobre quem será o candidato das oposições nas eleições estaduais deste ano. Atual líder das pesquisas e conclamado por correligionários e familiares a aceitar o desafio, Souto chegou a ter, na segunda (27), a sua candidatura descartada em virtude de não ter concordado com “condições” colocadas por Neto. No entanto, depois de receber em seu gabinete lideranças do partido, o ex-governador teria se “reanimado” com a ideia de entrar mais uma vez na briga. Já Geddel, após a derrota em 2010, não esconde de ninguém o desejo de disputar novamente o Governo do Estado. O desafio de Neto, agora, é tentar conquistar o consenso, já que quem for escolhido gostaria de ter o outro como aspirante ao Senado. Sem tanta dificuldade, o ex-prefeito de Mata de São João, João Gualberto (PSDB), deverá ser confirmado como vice da chapa. Com informações do Bahia Notícias.