Foi preso na tarde deste domingo (23), Almir Calixto dos Santos, 34 anos, acusado de matar, arrancar a cabeça e queimar o corpo de um travesti na cidade de Mairiporã-São Paulo em julho do ano passado. Almir foi abordado por Policiais Militares do PETO e se mostrou bastante nervoso, além de não portar nenhum tipo de documento. Após investigação descobriu-se que havia em seu desfavor um mandado de prisão preventiva por homicídio. Almir foi conduzido e apresentado na Delegacia de Polícia de Ibirataia, ficando à disposição da autoridade competente. (Ocorrência Policial)