juri-de-marcio-1-348x210

Foto: Reprodução/ Calila Notícias

O Tribunal do Júri da Comarca de Conceição do Coité se reuniu nesta quarta-feira (19) para julgamento de Marivaldo da Silva Carneiro, acusado de ter matado o próprio primo, Emanuel Silva Carneiro, no povoado de Fazenda Tanque, na zona rural do município, em janeiro de 2015. Os jurados votaram pela absolvição do réu, que estava sendo acusado de homicídio qualificado. A tese da defesa foi de negativa de autoria, alegando que os dois primos saíram para beber, chegaram em casa embriagados e foram dormir, sendo que na manhã seguinte o acusado acordou e encontrou o primo sentado em uma cadeira e com ferimento no pé, saindo imediatamente para avisar a família da vítima e imaginando que a vítima estaria apenas ferida, enquanto já estaria morta. Na necropsia, no entanto, a causa da morte teria sido como traumatismo craniano causado por pancada de algum objeto que não foi encontrado e nem identificado. Marivaldo estava preso preventivamente no presídio regional de Feira de Santana e deve ser posto imediatamente em liberdade. A Promotora de Justiça Grace Inaura, não confirmou se vai recorrer da decisão.

As informações são do site Calila Notícias