6ago2012---o-advogado-luiz-fernando-pacheco-apresenta-a-defesa-de-jose-genoino-no-terceiro-dia-do-julgamento-do-mensalao-realizado-nesta-segunda-feira-em-brasilia-1344288761855_300x300

O advogado Luiz Fernando Pacheco, que defende José Genoino, foi expulso do plenário por Barbosa

O advogado do ex-presidente do PT José Genoino, Luiz Fernando Pacheco, foi expulso nesta quarta-feira (11) do plenário do STF (Supremo Tribunal Federal), por ordem do presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa, ao subir à tribuna para pedir que o tribunal decida sobre pedido da defesa para que Genoino volte a cumprir pena em regime domiciliar. As informações são do Uol Notícias. Pacheco, que  não estava inscrito para falar, subiu à tribuna mesmo assim e reivindicou que o seu pedido fosse colocado na pauta. “Venho rogar a vossa excelência que coloque em pauta. Já há parecer do procurador-geral favorável à prisão domiciliar desse réu, desse sentenciado. Vossa excelência deve honrar esta Casa e trazer a seus pares o exame da matéria”, disse Pacheco. “Vossa Excelência quer pautar?”, respondeu Barbosa, que disse ainda: “Eu agradeço a vossa excelência..”, mas foi interrompido pelo advogado. 

Diante da insistência, o microfone do advogado foi cortado e Barbosa determinou aos seguranças do tribunal que o removessem do local. Pacheco deixou o plenário protestando: “Isso é abuso de autoridade! Isso é abuso de autoridade”, ao que Barbosa rebateu: “Quem está abusando de autoridade é Vossa Excelência. A República não pertence a Vossa Excelência e nem a sua grei [povo], saiba disso.”