xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.bICxmcjf5k

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), responsabilizou a bancada do PT pela reeleição do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Na disputa mais acirrada por que passou para o cargo que assumirá pela quarta vez, Renan conquistou em votação secreta 49 apoios, o adversário do partido Luiz Henrique (SC), 31, e ainda teve um voto nulo. “Quem votou fechado (em Renan Calheiros) foi o PT, mais do que o PMDB”, afirmou Aécio, logo após o resultado. Aécio Neves disse esperar que Renan seja mais um presidente do Poder Legislativo do que um aliado do Palácio do Planalto. Durante o ano passado, especialmente nas eleições, o ex-presidenciável tucano chegou a acusar o presidente reeleito do Senado de atuar a serviço do governo Dilma Rousseff. Aécio afirmou que o resultado da votação indica que houve “muita insatisfação” na base aliada. E avisou ainda que haverá uma oposição “revigorada” após o resultado das urnas. O novo líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), também criticou a ação do PT na eleição de Renan. “O PT optou por transformar o senado como braço do Planalto”, disse.