Agência Mundial Antidoping (AMA) anunciou nesta terça-feira a retirada do credenciamento do laboratório especializado do Rio de Janeiro, por considerar que não satisfaz aos seus padrões de qualidade, a menos de um ano da Copa do Mundo e a três dos Jogos Olímpicos. O comitê executivo da AMA decidiu revogar o credenciamento do laboratório brasileiro, que já estava suspenso desde o dia 8 de agosto. “Esta revogação, que entrará em vigor em 25 de setembro, significa que o laboratório do Rio -cujas atividades estão suspensas- não será mais autorizado a realizar testes antidoping para a AMA ou para qualquer outra autoridade” fiscalizadora, indicou a AMA em um comunicado. Esta decisão representa um duro golpe para o Brasil, que organiza a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. A Agência, único organismo que pode conceder esse credenciamento, realiza com regularidade controles de qualidade em seus trinta laboratórios espalhados pelo mundo para garantir que não haja falsos resultados positivos e que seja informado corretamente em caso de resultados anormais. (UOL)