WD_Deputado-Rogerio-Rosso-fala-a-imprensa_00313042016

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

O deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF) é o favorito para assumir a presidência da Câmara, após a renúncia de Eduardo Cunha. Além de ser aliado do ex-presidente da Casa, Rosso tem apoio do “centrão” – grupo de deputados do PP, PR, PTB, PSD e PRB – e a simpatia do Palácio do Planalto, de acordo com a Folha de S. Paulo. Outros onze nomes são ventilados para a função, mas apenas cinco têm mais força: o próprio Rosso, Osmar Serraglio (PMDB-PR), Baleia Rossi (PMDB-SP), Fernando Giacobo (PR-PR) e Beto Mansur (PRB-SP). Por fora dos mais cotados, estão na corrida nomes como o de Júlio Delgado (PSB-MG), Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Carlos Manato (SD-ES). A eleição está prevista para acontecer na próxima terça-feira (12), com tempo de “mandato-tampão” até 1º de fevereiro do ano que vem, sem possibilidade de reeleição.