SONY DSC

Com o objetivo de verificar in loco o funcionamento da tecnologia de irrigação por gotejamento, visando à possibilidade de implantação na região do Baixio de Irecê, uma comitiva formada pelo superintendente da Codevasf em Juazeiro (BA), José Haílton Carneiro de Oliveira, pelo vice-governador e secretário do Planejamento da Bahia, João Leão, e por empresários da Associação Irriga Bahia, vencedora da licitação para ocupar a segunda etapa do Baixio, visitaram, nesta quarta-feira (9), as instalações da Agrovale e dos perímetros Tourão e Salitre.

Durante a visita, foram apresentados os setores de reciclagem e reaproveitamento de resíduos sólidos, produção de etanol, bioenergia e açúcar, além das Estações de Bombeamento 1 (Principal) e 3 (Secundária). “A Agrovale é a única empresa no semiárido no setor de açúcar e álcool na região. A empresa emprega um em cada 123 habitantes de Juazeiro e Petrolina e é destaque como maior empregadora rural da Bahia”, apontou o presidente do grupo, João Colaço.

A comitiva também esteve no perímetro Salitre, onde a usina de cana-de-açúcar tem uma área plantada de 1.160 hectares, utilizando o sistema de irrigação por gotejamento. A produtividade média gira em torno de 270 toneladas por hectare, sendo cerca de 135 kg de açúcar por tonelada, com percentual de 13,5 % de sacarose.

SONY DSC

Para o superintendente José Haílton, “a Agrovale contribui para a alta produtividade da região e por ser modelo de trabalho, confirmando o pioneirismo e investimento em tecnologia”. A Codevasf fez o levantamento e mapeamento da área, destacando os melhores solos para irrigação, além de construir o canal principal do rio, viabilizando a prática do trabalho na região.

A agenda de trabalho foi encerrada com apresentação técnica do gerente-executivo do Tourão, Walter Farias. Ele fez uma explanação detalhada sobre a estrutura do perímetro, que começou a operar em 1979 e onde produtores familiares são responsáveis pela produção de manga, coco, melão, cebola e maracujá. O gerente-executivo calcula que aproximadamente 400 famílias vivem no empreendimento. “Com a ajuda da Codevasf, já estão sendo feitos trabalhos de modernização dos sistemas de irrigação, visando a economia de água e o aumento da produtividade”, salientou.

Ascom Codevasf