Share Button
Estudo avaliou que canabidiol é eficaz contra forma rara de epilepsia (Foto: Reuters/Ivan Alvarado

Estudo avaliou que canabidiol é eficaz contra forma rara de epilepsia | Foto: Reuters/Ivan Alvarado

A partir de uma decisão judicial, a Secretaria de Saúde de Salvador lançou uma convocação de cotação de preço para a compra do medicamento Revivid Tincture, feito à base do canabidiol, uma das substâncias derivadas da maconha (cannabis sativa). Segundo a SMS, essa é a primeira vez que a prefeitura irá ofertar o medicamento na capital. O paciente beneficiado, que não teve a identidade divulgada, fará o uso do canabidiol para o tratamento de grave epilepsia. Em entrevista ao G1, o coordenador de assistência farmacêutica do município, Bruno Viriato, detalhou que o paciente tem Síndrome de Dravet, um tipo raro e grave de epilepsia. “Está nos autos que ele [o paciente] tinha uma média de 40 crises convulsivas diárias e que, com o uso, as crises diminuíram para uma crise a cada dois dias”. Não há informações sobre o modo como o paciente teve acesso ao medicamento, antes da decisão judicial que obrigou a prefeitura a fornecê-lo. O coordenador de assistência farmacêutica ressalta que a ação judicial é conjunta e inclui como réus, além do poder municipal, a União e o Estado.