4s4ba62tlj_331wnca4mf_file-316x210

Um jovem foi preso no município de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, acusado de envolvimento em diversos assaltos. Ricardo Monteiro de Matos, de 19 anos, foi surpreendido após roubar um carro. O acusado foi encaminhado para a 18ª DT (Delegacia Territorial) de Camaçari. Na unidade, o jovem não demonstrou arrependimento e afirmou que atiraria nas vítimas que reagissem. — Bala na cabeça. Escalo logo na cara pra ver da cole do ladrão (sic). Apesar da revolta, o acusado alegou que só cometeu um crime. Mas, foi irônico ao confessar que não comenta sobre as atividades ilícitas que costuma praticar. — Eu vou dizer o que eu fiz, é? 

No último crime que cometeu, Matos informou que usou um revólver emprestado para roubar. Ele disse ainda que a arma estava com uma bala, pois outra pessoa tinha trocado tiros com a arma. O jovem confessou que não tinha medo e ainda ameaçou os policiais. — Se tivesse cheio, eu ia brocar na polícia. Ia brocar na cara, com amor. 

Matos não se intimidou com a presença dos policiais civis e avisou que quando sair da cadeia vai atirar na viatura da polícia. “Bagaço (sic) com amor. Vou esperar minha mãe chorar? Aperto o dedo”. O assaltante afirmou que o tempo na cadeia vai deixá-lo pior ainda. — Vou sair cheio de ódio, pra (sic) matar mesmo. Informações do R7.