Chegou a hora de o ídolo Anderson Silva abrir o jogo sobre a primeira derrota que ele sofreu em 7 anos! O fenômeno do MMA recebeu o Fantástico pra responder às perguntas que os fãs vêm fazendo desde o sábado passado: faltou humildade? Teve armação? A imagem não sai da cabeça. mas com o carinho dos fãs Anderson Silva tenta se levantar. A senhorinha diz “eu rezo por você”. Anderson também rezou. E chorou depois da luta contra Chris Weidman. Foi a primeira derrota em sete anos, o primeiro nocaute sofrido em toda a carreira. Depois da luta, muita gente no Brasil acha que o maior fenômeno do UFC de todos os tempos foi desrespeitoso, debochado e, pior, teria vendido a luta.

Será? Em uma semana, Anderson Silva foi do céu ao inferno. Recebeu duras críticas pela derrota e, em meio a esse momento turbulento, inédito na carreira, ele aceitou receber o Fantástico na academia dele, na região de Los Angeles. Fantástico – Anderson, como você está lidando com a derrota, com o fato de não ser mais o número 1? Anderson Silva: “É difícil, não é muito fácil. Ninguém gosta de perder. Eu treino quatro meses para vencer, mas você acaba aprendendo com os erros. E eu aprendi da pior maneira possível.