Do Estadão Conteúdo
xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.ahLqNE4CpO

Foto: ABr

A mais recente pesquisa do Datafolha sobre avaliação do governo Dilma Rousseff, realizada em oito estados na semana passada, mostra resultados distintos nos dois maiores colégios eleitorais do país, São Paulo e Minas Gerais. Segundo resultado divulgado neste domingo (17) pela Folha, em São Paulo, o maior colégio eleitoral, a aprovação à gestão Dilma continua menor do que a avaliação negativa. Os que consideram o governo ótimo/bom somam 24%, oscilação de um ponto porcentual em relação ao levantamento anterior (23%). Enquanto a reprovação ao seu governo está em 35%, uma melhora em relação aos 39% de reprovação de julho. A avaliação “regular” perfaz 39% das respostas. A margem de erro é de dois pontos porcentuais, para cima ou para baixo. No estado do candidato rival Aécio Neves (PSDB), o governo Dilma é considerado ótimo/bom por 34% dos entrevistados, ao passo que 26% dizem que é ruim/péssimo. Os demais 38% consideram regular. A aprovação da gestão Dilma tem as maiores taxas nos dois estados do Nordeste pesquisados, Ceará e Pernambuco; respectivamente com 55% e 39%. O Distrito Federal apresenta a maior taxa de reprovação, 40%; os demais porcentuais são 23% de ótimo/bom e 36% regular, com margem de erro de quatro pontos porcentuais, para mais ou para menos.