Funcionários da Emirates verificam o problema na asa atingida (Foto: Gabriel Barreira / G1)

Uma aeronave da Gol, que levava o governador da Bahia Jaques Wagner colidiu com um Boeing 777 da Emirates durante taxiamento nesta quarta-feira (4), no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na Ilha do Governador.

O governador que participava de um encontro de turismo no Anhembi, em São Paulo, viajava para o Rio durante o acidente para uma reunião na Petrobras. De acordo com a Secretaria de Comunicação do estado, Jaques Wagner viajava sozinho e não se feriu. O acidente não interferiu na agenda programada para o governador no Rio.

Segundo uma nota de comunicação enviada pela Gol, o avião vinha do aeroporto de Congonhas (SP) e estava com 47 passageiros a bordo. A assessoria de imprensa da companhia aérea brasileira informou que o taxiamento foi autorizado para pouso e que durante o desembarque a asa da aeronave da companhia aérea Emirates se chocou com o leme de direção do avião da Gol.

Governador não se feriu

Segundo sua assessoria de imprensa, ele viajava sozinho e não se feriu. A informação passada pelo governador foi de que o avião da Gol em que ele estava já tinha desligado os motores, estava com a porta aberta e com os passageiros se preparando para desembarcar, quando todos sentiram um baque. Ninguém teria caído, nem se machucado, porque foi um “saculejo”, segundo Wagner. (Correio24h)