marcelonilo_reproduçao_bocaonews(1)
O deputado Marcelo Nilo (PDT) afirmou na manhã desta quinta-feira (20) que se o seu partido decidir apoiar a oposição na Bahia (PSDB, PMDB e DEM), ele não vai se opor. A decisão veio após a confirmação de que o vice da chapa do PT é o deputado João Leão (PP). Muito magoado, o pedetista concedeu entrevista à rádio Tudo FM e se demonstrou ultrajado por saber, depois de quatro meses, quem era o escolhido de Wagner.  “Se tivessem me contado antes tudo bem. Mas, não… Toda vez em que eu perguntava, ele dizia que estava trabalhando por mim. Por incrível que pareça, ontem mesmo ele me disse que não tinha nada confirmado. É querer brincar comigo, na idade que já tenho”, acredita.  Nilo reafirmou que vai seguir a decisão do partido e que não vai interferi nos votos nem da família. “Minha mulher e minhas filhas vão votar em Lídice da Mata”, contou ele, para completar que foi cogitado pela oposição, mas não aceitou os pedidos por lealdade ao governador. “Recebi telefonema de Geddel, Paulo Azi, Lídice, todos os deputados da oposição… Eu sei que o PDT gostaria de apoiar ACM Neto e eu disse que não aceitaria. Mas, agora, não vou vetar”, garantiu. Com informações do Bocão News.