caixaeletronicoexplodidojpg1359972918510f8a3600f81

Foto: Divulgação

A Bahia teve 38 explosões de caixas eletrônicos nos primeiros 71 dias deste ano, de acordo com levantamento do Sindicato dos Bancários do Estado. O número corresponde a cerca de um caso a cada dois dias. Houve um crescimento de 171% na quantidade de ações criminosas, em uma comparação com o mesmo período de 2013. De acordo com reportagem do jornal A Tarde, as explosões de caixas foram contabilizadas até o último dia 12 de março. No ano passado, até a mesma data, foram registrados 14 ataques. “É preocupante. Há responsabilidade dos bancos, que investem mais em tecnologia para evitar golpes na internet do que em segurança. Já o governo tem que adotar medidas no controle dos explosivos e investir na inteligência para descobrir as quadrilhas que estão agindo”, disse o presidente do Sindicato dos Bancários, Euclides Neves.