A greve nacional dos bancários entra no seu 19º dia, nesta segunda-feira (07), sem grandes avanços das negociações entre os representantes da categoria e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Hoje, às 18h30, os trabalhadores de Salvador fazem uma assembleia para discutirem a proposta apresentada pela classe patronal, na última sexta-feira (04). 

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários na Bahia, Euclides Fagundes, a greve deve continuar, já que a Fenaban oferece um reajuste salarial de 7,1%, ainda muito distante do que é pretendido pela categoria, que reivindica 11,93%. “A expectativa é que o movimento continue até que exista uma proposta que nos atenda”, afirmou o sindicalista. Os bancários ainda reclamam da falta de segurança. Na Bahia, até o final da semana passada, foram 145 ocorrências registrada em 2013. A última aconteceu na quinta-feira (03), quando um caixa eletrônico do Banco do Brasil de Laje, no sudoeste do Estado, foi explodido. (Aratu)